Todos os posts sobre Uncategorized

Uncategorized
14 de dezembro de 2017

Então minha gente, eu resolvi, depois de muito pensar, que vou reformar o blog. O layout vai continuar o mesmo, mas coloquei todas as postagens como rascunho, pois vou arrumar uma a uma. São mais de 600 posts, então não sei quanto tempo vai durar, mas quero voltar no dia 8 de janeiro. Vou mudar as imagens das postagens, organizar categorias e tags, tentar reescrever alguns posts e muito mais. Aguardem por muitas novidades!

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Uncategorized
8 de Janeiro de 2016
Fala galera, tudo certo com vocês?
Cá estou eu para mais uma tag para vocês e essa tag é mais uma que vai falar mais sobre o blog e tudo mais e, como eu já lancei as minhas metas para 2016, aproveitei essa tag para lançar, junto com ela, algumas metas que eu pretendo seguir para o blog também. Bora conferir?
01 – O que sente quando liga a câmera e começa a gravar?
Eu fico tranquila. Uma coisa que eu estou aprendendo com as Game Plays é a falar melhor e mais devagar, pois muitas vezes eu falo muito rápido e ninguém entende nada, mas gravar vídeos, mesmo que eu não apareça, está sendo uma experiência ótima.
02 – Como administra vida pessoal x vida virtual?
Eu tento hahahaha. Tem dias que eu não consigo fazer nada tanto para a vida pessoal quanto para a vida virtual, mas eu vou administrando aos poucos. Ainda não peguei o ritmo de novo.
03 – Como e quando percebeu e decidiu que ser blogueira era o que você queria como profissão?
Na verdade eu ainda não percebi hahaha. Por mais que eu queira profissionalizar mais o blog, eu ainda pretendo seguir na minha vida acadêmica, não sei se vou fazer do blog uma profissão, mas já digo que tenho vontade.
04 – Qual o maior erro que você acredita já ter cometido no mundo virtual? Ou em seus vídeos?
No momento eu acho que nenhum. Não é porque “está tudo perfeito” porque não está, mas eu vou ganhando mais e mais experiência em editar vídeos e em redigir postagens então eu vejo esses “erros” como aprendizagens.
05 – O que te motiva a blogar?
O feedback que eu recebo 😀
06 – Se os planos com o blog não derem certo, você tem um plano B?
Na verdade, como eu falei antes, digamos que meu blog é o plano B (B de Blog AHUAHAU parei). Eu pretendo fazer mestrado no Canadá e ficar por lá, trabalhando em edição. Sim, eu estou sonhando para cacete, mas não custa nada.
07 – Já sofreu algum preconceito ou piadinha entre amigos e/ou conhecidos pelo fato de ser blogueira? Como fez ou faz para mostrar que isso é sua profissão e não um passa tempo?
Teve uma vez que eu não sei se foi uma indireta para mim ou se foi somente expressando a própria opinião mas uma mulher da minha faculdade falou “Tem gente que acha que fazer Game Play e postar no YouTube vai fazer ela ficar rica”. Eu toquei o foda-se, porque, além de não saber se foi indireta para mim ou uma tentativa de ataque, tenho dois motivos para ignorar. O primeiro: se eu quisesse ficar rica, ia para o BBB e assinava com a Playboy; e o segundo: favor tomar no cu, colega 😀 
08 – Em um tempo onde há tantos blogs e canais falando das mesmas coisas, como faz para ter um diferencial?
Eu acho que eu posto do jeito que eu falo e tento ser o mais sincera possível nas postagens, não tenho medo de colocar algum surto meu ou de ser uma pessoa totalmente aberta, falando coisas pessoais e jogando para tudo o que penso para fora. 
09 – Já passou por alguma situação “mais chata ou incomoda” pelo fato de ter sua vida exposta na internet? Qual?
Não passei… Ainda. 
10 – Qual o seu maior defeito? Você tenta disfarçar isso nos vídeos?
Eu sou muito tímida, então muitas vezes eu fico tentando lembrar o que eu ia falar e formulando frases muito rápido. Vocês não percebem isso porque eu saio cortando os vídeos no momento das pausas. 
11 – Depois que virou blogueira o que mudou em você?
Acho que eu estou tendo mais curiosidade em pesquisar mais os assuntos do blog para saber mais curiosidades para vocês.
12 – O que seu blog significa para você?
Meu bebê <3
13 – Qual o seu maior desejo com o blog? Onde deseja chegar?
Nesse ano eu quero, além de comprar um computador novo porque o meu está mega velhinho, pretendo chegar à meta de 100 inscritos no canal e mais de 200 inscritos pelo GFC, além de bater a meta do ano passado em visualizações.
14 – Qual o lado bom e o lado mau de blogar? (Diga em poucas palavras ou em apenas uma frase)
O lado bom é conhecer novas coisas e ampliar novos horizontes e a parte ruim é ficar frustrada por não ter inspiração para fazer um post </3

(A tag foi encontrada no blog Jana Sabrina)
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Uncategorized
7 de Janeiro de 2016
Olá galera bacana, tudo bem com vocês?
Primeiramente DESCULPEM pela demora desse post. Eu acabei dormindo à tarde após da minha caminhada e fiquei sem ideia nenhuma para o próximo Fala Juliana, então pensei: estou em época de mudanças, então, um post sobre mudanças!
Antes do ano virar, uma semana antes para ser mais exata, eu comecei a fazer caminhada todos os dias e comecei a comer de forma mais saudável. E, acreditem, abandonar o chocolate de depois do almoço é uma tarefa bem difícil. E nem falo sobre a minha (falta de) disciplina para comer de 3 em 3 horas. Como vocês conseguem?
Mas enfim, vocês devem estar se perguntando porque eu não comecei em 2016 e se eu consegui resistir a todas as tentações de fim de ano. Eu não resisti, comi mesmo. E estava tudo ótimo, eu com certeza não herdei o talento culinário de mamãe. Até tentei fazer um mousse de Galak, mas eu errei a mão da receita e não deu muito certo. Ficou bom, mas podia ter sido melhor. 
Eu comentei no meu post sobre as minhas metas de 2016 e nelas incluíam aprender a cozinhar e ser mais saudável. Bom, eu estou seguindo para esse caminho e tenho mais 11 meses pela frente para melhorar. 
E o sentido desse post?
Espera que já vem, apenas queria compartilhar algumas mudanças que estou fazendo em minha vida. Eu sempre tive aquela coisa de “vou deixar para depois” e o “amanhã começo a fazer exercício” só que eu estou começando a gostar mais disso. Não estou virando aquela pessoa no pain, no gain ou que não vai comer uma coxinha porque ela tem 500 calorias e nem quero ser. Eu amo coxinha. E fazer exercício está sendo uma coisa muito boa para mim, estou ficando quebrada, por ser sedentária, mas é um quebrado bom hahaha.
E eu contei essa história toda só para dizer uma coisa: não deixem para amanhã (ou para o próximo ano) o que você pode fazer agora. Quer fazer mais exercícios? Faça. Quer ser saudável? Marque com uma nutricionista e seja. Quer começar algo novo? Pense e comece.
Vai lá e comece a fazer uma de suas metas desse ano agora. Estou torcendo por vocês 😉
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Uncategorized
5 de Janeiro de 2016

Galera, mil desculpas pelo atraso, mas o vídeo só saiu agora.

Espero que vocês gostem do vídeo da viagem que fiz ao Rio de Janeiro 😀

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Uncategorized
4 de Janeiro de 2016
Criado por: Melissa Rosenberg (2015)
Com: Krysten Ritter, David Tennant, Mike Colter mais
País: EUA
Gênero: Drama, Fantasia, Policial
Sinopse: Desde que sua curta vida como super-heroína acabou de forma trágica, Jessica Jones (Krysten Ritter) vem reconstruindo sua carreira e passou a levar a vida como detetive particular no bairro de Hell’s Kitchen, em Nova York, na sua própria agência de investigações, a Alias Investigations. Traumatizada por eventos anteriores de sua vida, ela sofre de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, e tenta fazer com que seus super-poderes passem despercebidos pelos seus clientes. Mas, mesmo tentando fugir do passado, seus demônios particulares vão voltar a perseguí-la, na figura de Zebediah Kilgrave (David Tennant), um obsessivo vilão que fará de tudo para chamar a atenção de Jessica.

-xx-

Fala galera, tudo certo com vocês?
Como foram as festas de final de ano? Ficaram com a família? Se divertiram?
Eu passei em casa mesmo, fazendo a sobremesa o/ E ficou boa, diga-se de passagem hahahaha.
E uma das grandes novidades de 2015 foram as séries do Netflix, que ganharam mais e mais presença na minha vida, pois eu estou vendo como se não houvesse amanhã e Jessica Jones está na lista de séries que eu gostei muito.
Jessica é uma detetive particular em Hell’s Kitchen e seu maior sucesso é descobrindo os podres das pessoas pelas ruas de Nova York. Ao receber o caso da jovem Hope. uma estudante desaparecida que está preocupando os pais.
No meio da investigação para descobrir o paradeiro da garota, somos apresentados aos poderes de Jessica, que são capacidade de voo, força sobre-humana, resistência física e mental e poderes psiônicos, além de memórias que Jessica tenta evitar.
Ao encontrar quem estar com Hope, Jessica começa a ficar receosa por reencontrar Kilgrave, o homem que a fez ter pesadelos e responsável pelos seus traumas.
Uma das coisas que eu achei mais fascinante em Jessica Jones é a profundidade da personagem. Se você não se sentir atraído pelo plot em si, você pode ficar totalmente fascinado para descobrir mais da personagem Jessica no desenrolar da série, ver o passado dela. E isso foi o que mais me atraiu na série, confesso para vocês! Adoro ver a complexidade de personagens em uma série, pois cresce muito mais a ansiedade. E, para deixar vocês com aquele gostinho de “quero mais”, fiquem com o trailer:

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.