Uncategorized
7 de novembro de 2016

Escutei a nossa música ontem. Aquela que ouvimos quando meus amigos falaram “um amigo meu quer te conhecer” e nós começamos a conversar, sem pretensão nenhuma. Coincidentemente, foi a mesma música que tocou quando eu te chamei no Facebook para conversar naquela mesma noite. E olha, foi a conversa mais longa que eu tive em um bom tempo. Afinal, são poucas pessoas que acabaram de se conhecer e já estão conversando até 2h34 da manhã. Sim, 2h34, pois você queria dormir com um número em sequência, o que me fez rir. Dias depois, a mesma música apareceu quando tivemos o nosso primeiro encontro. Aquele beijo que me fez dormir com um sorriso nos lábios e que fica grudado em minha mente, que me provoca arrepios até hoje, só de lembrar.
Porém, a música também apareceu quando você me disse que voltou para a sua ex. Pediu desculpas por qualquer coisa e foi embora, sem mais. Foi como se nada tivesse acontecido. Lembro que naquele dia chorei. As conversas começaram a ser raras, coisa de um “oi, como vai?” e “nossa, estou ocupado, depois falo com você” até nunca mais acontecerem.
É… Três minutos e quarenta segundos de música trazem muitas lembranças.

P.S.: Abri seu Facebook hoje, depois que essas lembranças dominaram minha mente. Era seu aniversário. A vontade era de mandar uma mensagem toda alegre, mas as lembranças não deixaram. Ah, e se você ler isso, me mande uma mensagem. Estou com saudades.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Gaby Dahmer

    7 de novembro de 2016

    Nossa, tô de coração partido pois já passei por isso. Deu até vontade de chorar agora…

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

  2. Carol Doria

    8 de novembro de 2016

    Que texto lindo, apaixonado e sincero. Dá até pra sentir.

    Beijos
    http://www.caroldoria.com

  3. Danielle Gomide

    8 de novembro de 2016

    Odeio sentir saudades assim :/ tô com o coração apertadinho aqui. Texto lindo! <3

  4. Liz Chollet

    9 de novembro de 2016

    Que lindo <3 realmente, uma música pode trazer MUITA lembrança à tona!

  5. Ingrid Caroline

    10 de novembro de 2016

    Que texto lindo, sempre existe aquela música que oferece lembranças à alguém especial.

  6. Segredos da Juh Costa

    10 de novembro de 2016

    Acho que todas as pessoas já passaram por essa situação, ou até mesmo parecida :/
    Amei seu texto, lembranças sempre voltam à tona.
    Beijinhusss

    http://www.segredosdajuhcosta.com

  7. Luana Braz Soares Cabral

    10 de novembro de 2016

    Nossa, que texto lindo! Fiquei até emocionad. Realmente, uma música pode trazer um tsunami de lembranças e revirar tudinho dentro de nós.

  8. Menina Moderna

    12 de novembro de 2016

    Caiu uma lagrima aqui… pensei que iria ser uma historia com final feliz…
    isso é horrivel ne, mas a gente precisa passar por isso aveces