Uncategorized
17 de dezembro de 2014
São exatamente 23:03 no relógio de meu computador. Escuto o barulho da televisão e minha irmã me chamando enquanto eu escrevo para fugir de um trabalho que tenho que entregar de qualquer jeito. 23:04 agora e continuo encarando o Word em busca de inspiração enquanto toca Taylor Swift em meu celular. Abro meu facebook, na esperança de achar alguém mais desesperado do que eu, mas foi inútil. Fora os meus colegas de sala, a maioria está de férias. Pego o meu celular e olho os recados no WhatsApp e no Twitter. Nada novo. Desvio meu dedo de aplicativos de jogos, para não delongar mais ainda a noite e para acabar com o artigo de uma vez por todas. Encaro as palavras escritas por mais um tempo, me ameaço a excluir tudo por causa do maldito perfeccionismo que resolveu atacar, não apago nada, fechando o Word e concluo que, nesta noite, não irei escrever nada para ele.
Olho imagens no WeHeartIt, procurando alguma imagem bacana para essa curta crônica, mas apenas encontro imagens divertidas, tirinhas envolvendo relógios e outras coisas… Nenhuma se encaixa. Eis que eu encontro uma imagem de um relógio com o coelho da Alice no País das Maravilhas no fundo, por ser a imagem de um livro. Nunca gostei muito desse filme, mas o livro tem frases interessantes, que irei concluir este texto com ela. Abro novamente o Word e animo a continuar o texto. Afinal, a noite é uma criança e eu não tenho tempo a perder.
Alice: Quanto tempo dura o eterno?
Coelho: Às vezes, apenas um segundo.
(Alice no País das Maravilhas)
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*