Originais
17 de junho de 2013
O tempo é traiçoeiro, disso eu tenho certeza. Em uma hora você está bem e em outra hora você desaba. Mas isso te faz mais forte. Esse não vai ser mais um texto “sou uma pobre coitada que não faz porra nenhuma e reclama da vida”. Não vou falar do “tempo que me fortaleceu após uma desilusão amorosa” ou coisa do tipo. Vou contar de um caso que aconteceu comigo no final de 2011. Fiquei com um problema na visão, que me fez fazer uma ressonância magnética. Quando fui no médico para ver o que eu tinha, me senti em um filme onde o cara fala “você tem poucos dias de vida”. Ele olhou para os resultados e me olhou. Em seguida, fechou a pasta, retirou os óculos e falou “Olha, eu sou neurocirurgião e você tem alguma coisa”. Não ouvi mais nada após isso, minha mãe teve que me contar tudo após a consulta. Fiquei em choque, a primeira coisa que pensei foi “Fodeu, eu vou morrer”. Eu estava com uma doença que mal sabia como adquiri (até hoje não sei) e mal sabia como ia ser. Eu tenho esclerose múltipla, e acho que é a primeira vez que escrevo abertamente sobre isso. Passei por muita coisa após isso. Depois do problema da visão tive mais surtos e, a cada surto, um novo desespero, um novo choro que engoli para mostrar que sou forte. Mas hoje me pergunto para quê eu fiz isso? Aposto que se eu pudesse conversar com a Juliana dessa época e tentasse convencê-la de que tudo ia ficar bem, não ia dar certo, eu ia continuar desesperada do mesmo jeito. Hoje, fazem aproximadamente 30 semanas que estou tomando o medicamento e confesso que nem lembro às vezes, apenas me recordo quando eu vejo o meu kit de primeiros socorros e a injeção na mesa da sala. Hoje eu sei que tudo está bem e que tudo vai ficar bem. E se aparecerem mais barreiras pelo caminho, sei que Deus vai me ajudar a enfrentá-las. 

Now I’m a warrior, 
I’m stronger than I’ve ever been
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*