Uncategorized
23 de dezembro de 2014

Olá pessoal, tudo bem? Já se sentiram inundados com a quantidade de citações que eu já coloquei para vocês? HAHAHA
Antes de tudo, esse é o post nº 100! E, como é um número grande e redondo (eu postei 100 coisas aqui cara… é muita coisa) eu queria algo diferente e achei um vídeo no YouTube do canal algum infinito (assista) sobre uma book tag a qual eu tenho que falar livros que combinem com as músicas do novo álbum da Taylor, 1989 (que eu super recomendo), conforme a legenda abaixo:

1. Blank Space: um livro que você gostou do início e foi perdendo o encanto ao longo da leitura.

2. Style: um livro que não importa quantas vezes você já leu, sempre vai amar a leitura.
3. Out of the woods: um livro que você já leu e gostou, mas nunca viu muita gente comentando sobre ele.
4. All you had to do was stay: um livro que você não conseguiu terminar e já tentou mais de uma vez.
5. Shake it off: um livro que todo mundo critica e você adora.
6. I wish you would: um livro que você gostaria que tivesse uma continuação.
7. Bad Blood: um livro que todo mundo adora, mas você não conseguiu gostar.
8. Wildest Dreams: um livro new adult ou erótico que você recomenda.
9. I know places: um livro que você achou no sebo por acaso e acabou adorando a leitura.
10. Clean: um livro que você demorou muito para superar o final.
11. Wonderland: um livro de fantasia que você recomenda.
12. New Romantics: um livro que aborde o tema “liberdade”.

13. BÔNUS – Come Back, Be Here: um livro que narra um relacionamento à distância.

Então é isso, vamos lá!
1. Blank Space: John Green – Cidades de Papel
Quando eu comecei a ler Cidades de Papel, fiquei encantada com a história, achei super divertido e… pena que durou pouco. Passou um tempo e a leitura começou a ficar cansativa, eu demorei cerca de quatro meses para terminar o livro (enquanto “A Culpa é das Estrelas” eu li em uma tarde), ele me enjoou.

2. Style: Rick Riordan – O Último Olimpiano
Posso ler 500 vezes que nas 500 vezes eu vou chorar na última morte do livro (sim, aquela do herói). Esse livro é totalmente perfeito, o melhor do Rick Riordan ao meu ver (depois de A Maldição do Titã, porque aquele livro é vida).

3. Out of the Woods: Oliver Bowden – Assassin’s Creed: Renascença
Eu falar de AC é uma coisa muito suspeita, pois quem me conhece sabe que eu sou muito fã dos jogos. Mas, a partir desses jogos, uma mente brilhante chamada Oliver Bowden resolveu lançar os livros com base nos games e o resultado foi: ele tem meu amor. Mas, por mais que o jogo seja super conhecido e tudo mais, os livros, infelizmente, não ganharam tanto destaque assim ainda.

4. All You Had to do Was Stay: L. J. Smith – Anoitecer
Antes de vendê-lo, eu perdi a conta de quantas vezes eu tentei ler esse livro e não consegui. Sério. A leitura é muito monótona (Elena vai morrer e voltar a vida quantas vezes? Daqui a pouco ela volta como gnomo, pqp) e muito cansativa.

5. Shake it Off: John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle – Deixe a Neve Cair
Quase não comprei esse livro por causa da quantidade de gente falando que é um saco em meu feed do Facebook, mas, no final das contas, comprei (tenho fraco por contos natalinos). Fui lendo e eu gostei, são três histórias que se complementam e a narrativa não ficou chata e nem enjoada.

6. I Wish You Would: Bruna Fontes – La La Land
Comecei a ler La La Land pelo Orkut e foi uma história que eu gostei demais, pois a Roxy é uma personagem que podia ser sua melhor amiga ou você mesmo, só que, enquanto eu lia, a Bruna estava fazendo a revisão da parte dois da história e nesse meio tempo eu abandonei o orkut e ela também. Outro dia, fuçando nas páginas de amigos, descobri que a 3L virou livro (ainda não comprei) e que vai ter segunda parte sim (e se reclamar vai ter a terceira brinks/) e, como não li a continuação, fica aqui como livro que eu quero continuação.

7. Bad Blood: Nicholas Sparks – A Última Música
Primeiramente, não é que eu não tenha gostado do livro, é que eu esperava mais depois de ter lido Querido John. O livro em si é bom, mas, dos que eu li do Nicholas Sparks, é o que eu menos gostei.


8. Wildest Dreams: Vladmir Nabokov – Lolita
A série Pretty Little Liars faz altas referências ao livro e eu pensei: poxa, vamos ler para ver se é bom. Li em uma semana, durante o estágio e não vou comentar muito pois meus comentários vão se relacionar com a série e vou acabar dando spoilers sobre os dois haha.

9. I Know Places: Emily Rodda – Deltora Quest

Na verdade, eu não achei em um sebo, achei em uma livraria. Minha mãe pegou ele e falou “eu acho que você vai gostar” e palavra de mãe é palavra de ouro. Li em uma aula e peguei a série inteira depois (são quase vinte livros)

10. Clean: Becca Fitzpatrick – Finale (eu ia colocar “As Crônicas de Nárnia”, mas já vou falar dele)
Ainda não superei esse final, até porque foi tudo o que eu não esperava. Eu achei que o final ia ser desapontante, mas foi incrível.

11. Wonderland: C. S. Lewis – As Crônicas de Nárnia
Eu ganhei esse livro um Natal, acho que de 2011 e esse livro superou todas as minhas expectativas. Já era muito fã dos filmes e sabia que tinha o livro, mas eu NUNCA tinha dinheiro para comprar, aí pedi de Natal e, como ele estava barato, acabei levando mais livros para casa. Mas enfim: para todos que gostam de livros de fantasia, não deixem de ler as Crônicas de Nárnia. Vocês não vão se arrepender.

12. New Romantics: Suzanne Collins – A Esperança
O primeiro livro que me veio à mente foi esse. “A Esperança” aborda não a liberdade propriamente dita, mas deixa implícito que, para conquistar a liberdade, você deve lutar e enfrentar seus medos e receios (ao meu ver, essa foi uma das maiores mensagens do livro).

13. BÔNUS – Come Back, Be Here: David Nicholls – Um Dia
Esse livro que eu terminei de ler, coincidentemente no dia 15 de julho e que eu chorei horrores (leitores vão entender). Fala sobre o relacionamento de Emma e Dexter, que é feito à distância durante a maior parte do livro e eles apenas se encontram no dia 15 de julho.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*