Livros
10 de Março de 2017

Título: O Voo da Borboleta

Autora: Tina Cari (Paloma Bernardino)

ISBN: B06X99ZJRH

Ano: 2017

Páginas: 59

Idioma: português

Editora: Penalux

Sinopse: Em O Voo da Borboleta, Tina Cari narra sua história através da metáfora da borboleta. Ela conta suas transformações na fase mais complicada da vida: a adolescência. Com mensagens inspiradoras e uma escrita leve e divertida, Tina convida ao leitor a também se transformar. “A vida é uma jornada de autodescoberta e assim como a borboleta, nós temos a capacidade de nos transformar em algo ainda mais belo e livre. Passei muito tempo me sentindo como uma lagarta e então, com um pouco de esforço, tornei-me uma borboleta pronta para voar. Libertar-se é um caminho sinuoso, mas eu posso te acompanhar neste voo maravilhoso!”.

Aviso: Tina Cari é uma personagem fictícia do livro “Doutora da Alma” (Penalux, 2016).

–xx–

Fala galera, tudo certinho com vocês? Lembram que no post sobre a resenha do livro Doutora da Alma (leia aqui a resenha) eu comentei que queria ler o livro da Tina? Então, a Paloma ouviu nossas preces e lançou, via ebook na Amazon, o livro da Tina. E, como uma leitora ansiosa que eu sou, já estou aqui com a resenha do livro! Venham ver!

Capa:

Eu achei a capa da obra muito fofa. A borboleta com as asas de papel deu um ar de relatos pessoais, algo que está presente no livro de Tina/Paloma.

Sinopse:

A sinopse é bastante atrativa, principalmente para adolescentes ou pessoas que estão enfrentando mudanças na vida. Pela sinopse conseguimos ver o que nos aguarda do livro: diversão, superação e mudanças.

Enredo:

Quando eu estava lendo, não tive a impressão de estar lendo um livro. Fiquei com a impressão de estar lendo a transcrição de um conselho dado por Tina. A impressão de ler uma experiência de vida escrita do fundo da alma de alguém.

Nota final:

Tina é uma das minhas personagens favoritas em Doutora da Alma, perdendo somente para Pâmela. Ler o livro da Tina sem as interrupções da narração do Danilo em Doutora da Alma é muito bom por conta dos conselhos da garota. Todos nós já nos sentimos como uma lagarta. A fase do ovo, a fase de mudanças em nossas vidas, é realmente a mais difícil que enfrentamos. Mas, quando viramos borboletas, o voo é magnífico.

“Depois de brilhar um pouco, percebi que estava na hora. Estava na hora de juntar todos os cacos, e montar de novo aquilo que estava quebrado. Era uma nova fase. Eu estava moldada e farta de todos os socos. Então eu entrei na minha pupa, fique enrolada, aguardando, aproveitando a inércia para pensar. O que estava certo? O que estava errado? Quem seria a nova eu? A última transformação iria começar. Eu estava quase pronta para voar”

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.