Séries
17 de março de 2017

As séries de zumbi estão dominando as telinhas, sejam da televisão ou do computador. Vira e mexe o tema entra em destaque novamente e eu separei três indicações de seriados com estas criaturas.

As sinopses presentes nesta postagem foram retiradas do site Adoro Cinema.

1. iZombie

Sinopse: Olivia “Liv” Moore (Rose McIver) tinha bochechas rosadas, era disciplinada, médica residente com sua trajetória de vida completamente traçada… até a noite em que ela foi a uma festa que transformou-se, inesperadamente, em um frenesi zumbi. Agora, transformada em morta-viva, ela conseguiu um emprego no departamento legista para ter acesso aos cérebros de que deve se alimentar para manter sua humanidade. Mas, a cada cérebro que ela consome, ela herda a memória que nele habitava.

Observação: Eu nunca cheguei a ver esta série, mas, pela sinopse e pelas muitas resenhas que vejo, vale a pena assistir. O pilot, o único episódio que assisti na verdade, me conquistou plenamente e eu espero que vocês gostem também. A primeira temporada está disponível na Netflix.

2. The Walking Dead

Sinopse: Um Apocalipse provoca uma infestação de zumbis na cidade de Cynthiana, em Kentucky, nos Estados Unidos, e o oficial de polícia Rick Grimes (Andrew Lincoln) descobre que os mortos-vivos estão se propagando progressivamente. Ele decide unir-se aos homens e mulheres sobreviventes para que tenham mais força para combater o fenômeno que os atinge. O grupo percorre diferentes lugares em busca de soluções para o problema.

Observação: Nunca vi a série, somente me interessei pelos jogos. Muitos amigos meus que são apaixonados por séries de zumbi me indicam e, como eu conheço o gosto deles para séries e aprovo, estou indicando aqui para vocês. Vocês já viram? Me contem se vale a pena!

3. Santa Clarita Diet

Sinopse: Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant) são dois corretores de imóveis que compartilham muito mais do que a mesma profissão. Casados e com uma filha adolescente, eles estão descontentes com a vida que levam em Santa Clarita, no subúrbio de Los Angeles. O destino deles começa a mudar quando Sheila passa por uma mudança radical.

Observação: Além de ser uma série mais recente, é a única que vi do começo ao fim. Até indiquei no Melhores do Mês do mês de fevereiro. A comédia estrelada por Drew Barrymore promete tirar grandes gargalhadas do espectador e divertir todos com esta sátira sobre os mortos vivos.

E você, já viu alguma destas séries? Deixem o seu comentário para eu saber! 😀

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Melhores do mês
6 de janeiro de 2017
E chegamos mais uma vez com aquele post que não teve em novembro, mas tem em dezembro. Eu fiquei com muitas saudades dessa postagem pois eu faço um remember de tudo o que rolou no mês e o melhores do ano é melhor ainda, pois o remember é maior.
Esse ano teve muita coisa boa, muita novidade e muita coisa incrível nas novas mídias e vou aqui contar para vocês o que ganhou no meu ano de 2016. Se vocês gostaram de alguma coisa ou não gostaram me falem que eu adoro quando vocês comentam sobre as coisas do blog.
Série do ano: Stranger Things
Stranger Things é uma série da linda, maravilhosa, incrível, irreverente, segura de si, Netflix. O enredo é focado no desaparecimento misterioso de Will, que começa a encadear um tanto de acontecimentos estranhos na cidade de Hawkins. Os amigos do garoto Mike, Lucas e Dustin começam a investigar paralelamente à polícia e encontram uma garota com poderes chamada Eleven. A trama é fantástica e eu garanto que vocês vão acabar de ver a série querendo a segunda temporada.
Imagem: Netflix


Game/App do ano: Pokémon GO
Um jogo que, assim que saiu foi a maior febre. Todo mundo baixou e começou a jogar no ônibus indo para o serviço, indo para casa, começou a disputar batalhas, o aplicativo deu o que falar nas primeiras três semanas de lançamento e hoje poucas pessoas jogam. Felizmente, eu sou uma dessas poucas pessoas. Pokémon GO é um jogo de realidade aumentada que você tem que sair atrás de muitos Pokémons e completar a sua Pokedéx. Já tenho mais de 100 monstrinhos, e vocês?
Imagem: Redbull


Livro do ano: Doutora da Alma (autora: Paloma Bernardino)
Quando uma amiga nossa anuncia que vai lançar um livro, você já fica na expectativa. Aí você lê o livro e vê algo tão poético, tão bonito que fica até sem reação ao le e para falar sobre ele. O enredo é narrado por Danilo Vaccari e mostra a amizade que ele tinha com Valentina Rodrigues. Porém a garota tem que mudar para São Paulo e eles perdem o contato até que Danilo, um ano depois, reencontra Valentina em um programa de televisão para falar sobre seu best-seller O Voo da Borboleta. O romance é muito bonito, cheio de metáforas e gera uma expectativa muito grande no leitor. Em breve vai sair resenha aqui no blog e falarei mais sobre o livro.
Imagem: Arquivo pessoal

Filme do ano: Capitão América – Guerra Civil
Não é o novo filme do Star Wars porque eu não fui ver ainda hahaha. Mas é filme de heróis porque meu lado nerd dominou os cinemas de Belo Horizonte para ver filmes baseados em HQ e mais geeks. Guerra Civil é aquele filme que me fez querer chorar, querer brigar com todo mundo no cinema (colegxs, vocês não precisam gritar feito loucxs toda cena que aparece o Chris Evans), querer ver de novo umas trezentas vezes (acho que eu vi só mais 299 vezes depois) e me deu uma expectativa gigante para o filme do Homem Aranha com o Asa Butterfield. 
Imagem: Pipoca e Nanquim
Site do ano: Love is Colorful
Eu gosto MUITO do blog da Bá Nassar, ela é uma fofa e tem um blog fantástico. Se você quer dicas de viagem, blog, produtos, looks e entre outras coisas acessem o blog dela porque vai ter tudo e mais um pouco do que você precisa!

Imagem: Blog Love is Colorful

Álbum do ano que vai ser artista do ano: Christina Grimmie

Eu já tinha conhecido os covers da Grimmie tem muito tempo e parei de ouvir com o tempo, mas em dezembro eu ouvi quase todas as músicas dela. Infelizmente a Christina foi assassinada em junho de 2016, mas sua música e seu legado vão ficar para sempre.

Anime do ano: Orange
Se não fosse essa belezinha seria qual anime meu povo? Não foi nem um pouco difícil escolher o anime do ano em 2016, já que Orange ganhou o meu coração em 2016 e provavelmente vai ganhar em 2017 também (ou não, me indiquem animes). A história desse anime é incrível, o mangá é perfeito e tenho certeza que vocês vão gostar.

Imagem: Site Farol Cultural

Canal do YouTube do ano: PenseGeek

No canal PenseGeek, as Satty comenta sobre coisas da vida dela, responde os fãs, faz vídeos de Game Plays e muitas outras coisas. Tem muito vídeo para se divertir e rir, mas também tem muitos vídeos sérios de assuntos que muitas vezes não são tão comentados quanto deveriam.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
30 de setembro de 2016
Fala galera, tudo certo?
Chegou dia 30 e isso significa que é dia de mais um “Melhores do Mês”, aquela postagem mensal que eu falo sobre as coisas que eu vi no mês e mais gostei. Lembrando que o melhores do mês não vai conter somente coisas novas pois não é sempre que estamos com um lançamento de ontem em cima de nossas mesas, certo?
Série do mês: Unbreakable Kimmy Schmidt

Esse mês eu vi poucas séries, mas, de longe, Unbreakable Kimmy Schmidt marcou bem essa fase da minha vida de querer só ficar deitada e deixar o tempo passar. No seriado, Kimmy perdeu 15 anos de sua vida pois foi sequestrada e eu não quero perder tanto tempo assim, quero sair logo dessa vontade de ficar na cama e melhorar.

Game/App do mês: Tomb Raider (2013)

Não contei para vocês, mas eu comprei o jogo de 2013 de Tomb Raider e consegui zerar em menos de uma semana HAUHAUAH mas a sensação de você jogar é totalmente diferente da sensação de você ver em Game Plays. Estou pensando em comprar um computador novo no final do ano e talvez no ano que vem tenha Tomb Raider no canal e no blog, vocês querem?

Livro do mês: Er…

Confesso que, nesse mês, eu não li nenhum livro novo. Fiquei tão na correria de ficar produzindo posts que eu não consegui terminar leituras! Pelo menos até eu terminar esse post (terça-feira 17h26 da tarde), eu não li nenhum, então é o seguinte: MÊS QUE VEM teremos dois livros como livros do mês.

Filme do mês: A Fera

Mais um filme antiguinho para vocês pois eu não fui ao cinema esses dias para ver as novidades, já que tá caro e eu to na correria. Bom, o filme é de romance e uma das muitas outras adaptações de “A Bela e a Fera” e conta com Vanessa Hudgens e Alex Pettyfer sendo super shipáveis no elenco.

O Eu Curto Literatura é um blog literário (ah vá) e as blogueiras postam resenhas de livros e de filmes que elas viram/leram. Já peguei muitas indicações de livros e de filmes lá e acho que vocês vão gostar também.

Álbum do mês: Er… 2

Então, esse mês eu não fiquei presa em um álbum pois eu escutei várias músicas esse mês, como I Shall Rise da Karen O; We Own the Night, da Selena Gomez; I Love You, da Avril Lavigne e muitas outras. Então deixo essas três como indicações!

Anime do mês: Orange

Eu amo animes shoujo, o que é um fato. E com Orange não foi diferente, o anime tem uma história bem legal, a ideia é bem diferente e em breve sai resenha para vocês. E eu tenho certeza que os amantes de romance e de histórias com viagem no tempo vão adorar.

Canal do YouTube do mês: Princesando SQN
Conheci o canal da Ingrid em um grupo de blogueiras que eu participo e no canal dela ela fala sobre alguns assuntos mais polêmicos com uma dose bem grande de humor. Recomendo que você assista os vídeos pois vai se divertir bastante.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
16 de setembro de 2016

Criado por: Robert Carlock, Tina Fey
Ano: 2015
Com: Ellie Kemper, Tituss Burgess, Jane Krakowski.
País: EUA
Gênero: Comédia
Status: Em produção
Duração de cada episódio: 22 minutos aproximadamente
Sinopse: Kimmy (Ellie Kemper) é uma jovem que, após 15 anos vivendo isolada em um culto, decide que é hora de retomar sua vida e vai para Nova York.
-xx-
Fala galera, tudo certo?
Voltei, depois de uma semana levemente conturbada, a fazer resenhas de séries de televisão. Eu estava querendo ver alguma série de comédia e olhei na minha lista do Netflix que eu tinha marcado Unbreakable Kimmy Schmidt mas nunca dei atenção para ela.
Kimmy é uma garota que ficou presa por 15 anos em um culto religioso de um homem que queria salvar algumas mulheres do apocalipse. Quando o homem é preso, Kimmy decide começar a sua vida do zero, sem contar para ninguém que ela era uma das “mulheres toupeiras de Indiana”. 
A protagonista é uma pessoa cheia de vida, cheia de esperança e acaba convencendo seu novo colega de quarto, Titus, a seguir seu sonho de ser uma grande estrela e ajuda sua patroa, Jacqueline, a superar os problemas de seu casamento e com seus filhos.
A comédia é muito divertida e Kimmy passa por algumas situações corriqueiras para nós, mas, devido ao tempo que ficou presa, são situações totalmente inéditas para ela, como usar um celular, ir trabalhar, etc.
Outro ponto super positivo é que a protagonista nunca desiste e é super alto-astral, olha sempre o lado positivo de todas as situações e seu otimismo contagia os demais personagens. Se você está procurando uma comédia bem divertida para assistir, a minha indicação está feita.
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
1 de setembro de 2016
Finalmente agosto acabou! Sério, esse mês durou um ano, estava quase usando branco hoje meia-noite. E nem o meu computador aguentava mais, eu fiquei esses dois dias sem post pois o computador estava instalando uma atualização eterna e só resolveu funcionar ontem, o dia que estou escrevendo essa postagem. 
E como é de lei todo fim de mês o melhores do mês, chegamos a mais uma postagem com as melhores coisas que eu acompanhei nesse mês de agosto, lembrando que geralmente vocês não vão ver coisas inéditas aqui, pois eu posso gostar mais de uma coisa lançada em 1900 do que uma lançada ontem.

Série do mês: Stranger Things

Vamos ser suspeitas por só ter visto essa série? Vamos hahaha. Mas eu acho que, mesmo se eu tivesse assistido outras séries eu não teria ficado tão fascinada como quanto eu fiquei com Stranger Things. A série mistura ficção com fantasia com drama com terror com suspense e o resultado é essa série fantástica, que você consegue assistir em um dia. Então aproveite o feriado chegando e mude para o sofá de sua sala para assistir Stranger Things.

Game/App do mês: Pokémon Go
Outro que nem teve concorrência. Passei por um bom tempo sem sair de casa por vontade própria e quando minha mãe me viu saindo de casa para caçar Pokémon ela riu e ficou feliz. O jogo é muito extenso e tem uma jogabilidade interativa que te deixa dentro do jogo. Se você não jogou, saiba que eu recomendo.

Livro do mês: Romeu e Julieta em Quadrinhos


Eu já amo as obras do Shakespeare no normal. Acho a narrativa dele muito incrível e as edições dos livros dele são impecáveis, eu nunca vi uma edição que eu odiasse. Fiquei sabendo que a Editora Nemo iria fazer uma coleção só com obras do Shakespeare em quadrinhos eu procurei em muitos lugares para vender e, depois de ler muitos “esgotados”, acabei achando disponível na Saraiva e comprei.
Filme do mês: Amor a toda prova

Vai ter filme velho sendo indicado? Vai. Vi muitos filmes esse mês, nas minhas madrugadas em claro, mas, no final das contas, quem ganhou o título de melhor filme de agosto foi para Amor a toda prova, um filme de comédia romântica que é ótimo para assistir mais com os amigos em uma tarde com um balde de pipoca.

Site do mês: Vinte e uma primaveras


O site Vinte e uma primaveras é um site de uma colega minha que eu conheci em um grupo de blogueiras no Facebook, o Blogueiras Ever. No blog, a Lydianne posta textos sobre o cotidiano, tags e muitas outras coisas. Vale muito a pena conferir.
Álbum do mês: Hydra, da banda Within’ Temptation

Mais uma coisa velha haha. Acho que esse vai ser o Melhores do Mês da velhice, pois eu estou indicando algumas coisas mais antiguinhas do que o costume, mas foi o que eu ouvi e esse álbum me faz ter várias ideias diferentes e é a minha trilha sonora para ir ao serviço haha.
Anime do mês: Kamisama Hajimemashita
Eu fiquei completamente apaixonada por esse anime no ano passado e, recentemente, lançou um novo OVA que está destruidor de sentimentos, me fez chorar com tanta coisa linda e estou louca para ler todos os mangás logo. (Nesse momento, estou abrindo uma aba na Saraiva para procurar os mangás para comprar).
Canal do YouTube do mês: RaoTV



Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.