Tags
17 de fevereiro de 2017

Fala galera, tudo certo com vocês? Estou aqui no mesmo bat-canal no mesmo bat-horário para mais um post épico para vocês! Hoje, a tag é diferente, eu vi no canal Menino que Lê e é a tag Girls in The House. Se você não conhece Girls in The House é uma série inteiramente feita no jogo The Sims 4 publicada no canal RaoTV.

1) Duny: Um livro agressivo.
Eu acredito que nunca li nenhum livro agressivo, mas um que me instigou foi Mentes Perigosas, escrito por Ana Beatriz Barbosa Silva. Minha irm~e teve que fazer um trabalho sobre psicopatia e eu acabei lendo o livro, pois eu acho o tema bem interessante e ler sobre isto para aprofundar o conhecimento é muito bom. Não sei se segui o proposto do tema, mas não queria deixar nenhuma pergunta sem resposta.

Imagem: obaoba.com

 

2) Alex: Um livro meigo.
Com certeza esta categoria vai para um dos melhores romances que eu já li, que é Um Homem de Sorte, do Nicholas Sparks. O livro foi incrível, o que eu não chorei em outros livros do Sparks eu chorei neste e ele merece o título de livro meigo porque ele é um amor.

Imagem: Adolescente Online

3) Honey: Um livro com uma boa moral.
Muita gente vai discordar de mim, mas eu tirei uma lição de moral bem valiosa quando li Os Treze Porquês. No livro, Hanna Baker comete suicídio e deixa fitas para as pessoas que fizeram-na ter esse fim e me fez refletir que tudo o que fazemos ou deixamos de fazer para outra pessoa vai dar algum impacto na vida dela.

Fonte: Redgrobo

4) Sia: Um livro que nunca mostra ao que veio.
The Vampire Diaries. Toda a série. Eu nunca entendi o que estava acontecendo, os personagens brincam de vivo e morto a cada capítulo praticamente e eu fiquei me perguntando “tá, morreu, e aí?”.

Imagem: Twitter

5) Todd: Um livro que te passou pra trás.
Não sei se é o objetivo do tópico, mas um livro que eu li e quero o meu tempo de volta é Fazendo meu Filme, da Paula Pimenta, e não me odeiem por isto. Achei a narrativa mais fraca, bem bobinha e olha que eu gosto de romances juvenis/infanto-juvenis. A personagem não me cativou e a obra não me motivou a ler a sequência. Mais um livro para o “Li até a página 50 e larguei mesmo”.

Imagem: Televisona

6) Tia Ruiva: Um livro que você sempre fala que vai ler e nunca o faz.
Com certeza o título não vai para um livro, mas para uma série de livros que é Os Instrumentos Mortais, da Cassandra Clare. Sofro bullying por nunca ter lido este livro, mas eu tomei raiva da Clary nas primeiras cinquenta páginas e, se eu fosse ler, seria pela Isabelle e pelo Magnus.

Imagem: Tudo interessante

7) Tagueie 3 pessoas.

Rayanne, do blog Quero ser Miranda

Roberta Rodrigues, do Roberta Rodrigues Blog

Joyce Fernandes, do blog Joy

E aí, gostaram da TAG? Querem ver mais posts assim no blog? Contem para mim nos comentários!

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
31 de outubro de 2016
Imagem: Pexels.com
Fala galera linda que eu amo, tudo bem com vocês?
Estou aqui como de costume para mais uma postagem do nosso lindo e maravilhoso melhores do mês, aquela postagem mensal que eu falo sobre coisas que eu mais gostei nesse mês que passou. Em outubro não fiz tanta coisa “uau”, mas fiz muita coisa haha. E vou mostrar aqui as coisas que eu acompanhei esse mês e que eu mais gostei 😀
Série do mês: Girls in the House
Eu já resenhei a série Girls in the House e o canal do Rao já apareceu em um melhores do mês aqui no blog, mas esse mês eu não fiquei vendo muita série, só fiz uma maratona de Girls in the House porque é muito bom e é cheio de memes hahaha. Brincadeiras à parte, a história da web série vai te prender do início ao fim.
Game/App do mês: Clash Royale
Não sei de vocês, mas eu estou total e completamente viciada em Clash Royale. Vou postar uma pequena review sobre o app depois, mas ele é basicamente um jogo de cartas que você joga online contra oponentes do mundo todo e seu objetivo é ganhar novos troféus e baús para subir de nível e ganhar novas cartas.
Livro do mês: Tomb Raider: Os Dez Mil Imortais e Chama da Esperança: A Princesa Renegada
Promessa é dívida meu povo! Li muitos livros esse mês e, entre eles, o que eu mais gostei foi Tomb Raider: Os Dez Mil Imortais e A Chama da Esperança: Princesa Renegada. Tomb Raider narra a história de Lara Croft em busca do Velocino de Ouro para ajudar sua amiga Sam e Chama da Esperança narra a história de Kaira e da guerra contra os Falcões Negros.
Filme do mês: Ghostbusters
Não, não estou falando do filme que, muito provavelmente, seus pais viram um tempo atrás. Falo da adaptação feita nesse ano que conta com Melissa McCarthy (uma das melhores atrizes do mundo na minha opinião), Kristen Wiig, Kate McKinnon e Leslie Jones. Não conhecia muito sobre os filmes e sobre a história, mas eu amei conhecer com esse filme, que trouxe grandes atrizes fazendo um remake de um clássico cujo elenco principal era composto por atores. Sem contar que a história do filme é muito legal, vale a pena ver!
Site do mês: Love is Colorful
Eu gosto MUITO do blog da Bá Nassar, ela é uma fofa e tem um blog fantástico. Se você quer dicas de viagem, blog, produtos, looks e entre outras coisas acessem o blog dela porque ela merece!
Álbum do mês: Britney Spears – Glory
Não sei se já comentei aqui, mas eu tenho praticamente todas as músicas da Britney Spears no meu celular. Sou aquela pessoa que sai de Within Temptation para Britney Spears, de Disney para Anitta haha. Mas enfim, eu gostei MUITO do novo álbum da Britney e estou aqui indicando para vocês hoje 😀
Anime do mês: Orange
SIM, ORANGE DE NOVO. Como eu não tinha visto os últimos episódios antes de lançar a resenha para vocês, eu resolvi rever desde o primeiro episódio e o anime é bem maravilhoso, bem lindo e está aqui de novo!
Canal do YouTube do mês: PenseGeek
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.