Filmes
11 de setembro de 2017
Fala galera, tudo certo com vocês no dia de hoje? Mais uma semana começando e eu resolvi começar com uma resenha de filme recente. No dia 31 de agosto, a Netflix colocou em seu catálogo a adaptação de Death Note que está dividindo opiniões.

Sobre o filme

Data de lançamento: 25 de agosto de 2017 na Netflix (1h 41min)
Direção: Adam Wingard
Elenco: Nat Wolff, Margaret Qualley, Lakeith Stanfield mais
Gênero: Suspense, Terror, Fantasia
Nacionalidade: EUA
Não recomendado para menores de 16 anos
Sinopse: Seattle, Estados Unidos. Light Turner (Nat Wolff) é um estudante brilhante que, um dia, encontra um caderno que repentinamente cai do céu. Trata-se do Death Note, que permite ao seu portador matar qualquer pessoa que conheça a partir da mera anotação do nome do alvo numa de suas páginas. Sob a influência de Ruyk (Willem Dafoe), o dono do caderno, Light passa a usá-lo para eliminar criminosos e pessoas que escaparam da justiça. A súbita onda de assassinatos faz com que ele seja endeusado por muitos, que o apelidaram de Kira, mas também atrai a atenção de um enigmático e também brilhante detetive, chamado L (Lakeith Stanfield).
(informações retiradas do site Adoro Cinema)

Minha opinião:

Quando tem uma adaptação para filme, devemos levar em conta muitas coisas: nacionalidade, tradução, tempo, orçamento, etc. Portanto, levando em conta estes aspectos e outros, eu achei um bom filme. Sim, o anime e o mangá são bem melhores, mas o filme não é totalmente um lixo.
Ele é um bom filme, a escolha dos atores e os personagens são legais, mas não é um bom filme se você pensar como adaptação. Se você pensar no mangá e no anime, com certeza vai achar o filme um lixo e querer matar a produção. Confesso que, nos primeiros quinze minutos de filme eu custei a ver. Achei muita enrolação e queria que acontecesse como no mangá. Então eu decidi desvincular o filme das outras produções e consegui ver o resto.
Eu nunca li o mangá, mas eu prefiro o anime por conta da quantidade de detalhes que foram totalmente dispensadas no filme. O que eu gostei foi de ver muita gente (incluindo minha mamãe) que viu o filme se interessar pelo anime. Com certeza o anime é melhor. O mangá deve ser bem melhor, mas como não li, não posso opinar.
E vocês, o que acharam do filme? Gostaram, odiaram? Contem para mim nos comentários!
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Melhores do mês
30 de agosto de 2017

Fala galera, tudo certinho com vocês? Cá estou eu com mais um meu, seu, nosso Melhores do mês! Para quem não sabe, o melhores do mês é uma postagem mensal a qual eu falo de coisas que eu li, assisti e acompanhei no mês que passou. Então vamos lá conferir as coisas do mês de agosto.

Série do mês: Gossip Girl

Eu resolvi dar uma segunda chance para Gossip Girl. Vi a primeira temporada quando eu tinha 16 anos e não gostei, então resolvi abandonar. Aí teve um fim de semana para trás que eu falei “ah, vamos dar uma segunda chance”. Acaber a segunda temporada em um fim de semana e eu não sou de maratonar assim. Nem Grey’s Anatomy eu vi tão rápido assim.

Game/App do mês: Cameringo

Quem gosta de tirar fotos vai amar este aplicativo. Infelizmente, as marcas de celular não colocam a potência total da câmera. Mas seus problemas acabaram com cameringo! Além da qualidade das fotos ser bem melhor, você tem a opção de fotografar em HD. E, se vocês acham que ele só tira foto, se enganou. Entre as opções, encontramos vídeo, Gif, Panorama, Icógnito e Planeta. Ou seja, tem muita coisa para você brincar!

Gifzinho porque eu não consegui tirar foto de todas as alternativas para comparar

Livro do mês: Pegasus

Eu comecei a ler o livro tem algumas semanas e já estou bem avançada na leitura dele, então em breve vai ter resenha aqui no blog. O livro é sobre uma garota chamada Emily que, em uma noite extremamente chuvosa, encontra um Pégaso no jardim que não tinha somente feridas da chuva, mas também feridas de uma batalha. O livro é bem bacana, principalmente se você, assim como eu, gosta de mitologia. A única coisa negativa que eu percebi são os nomes dos personagens. O prólogo nos deixa imersos na mitologia grega, porém você encontra alguns deuses gregos com os nomes romanos deles. Não sei se isso vai ser explicado mais para frente, mas isso me incomodou muito a primeira vista. Compre o livro aqui.

Imagem: Submarino

Filme do mês: Death Note

Não me xinguem nem queiram me tacar na fogueira, por favor! Sim, eu gostei do filme de Death Note e guarda essa pedra. Como eu disse, eu gostei bastante do filme, porém não como adaptação. Se você avaliar somente o filme, sem considerar o mangá e o anime, tem coisas bem legais, efeitos bem interessantes e umas coisas sem nexo. Ainda não entendi o fato que o Light, na primeira conversa que ele tem com a Mia, já mostra o Death Note para ela. Sei que tem inúmeros furos, mas essa parte foi a que mais me deu raiva.

Site do mês: Canva

Para quem não conhece, Canva é uma plataforma online para você editar praticamente o que quiser. Desde convite de casamento até arte para as redes sociais. Eu achei a plataforma incrível, principalmente para youtubers e blogueiros iniciantes que não tem tanto conhecimento de edição de imagem e não tem dinheiro para pagar um conteúdo mais profissional.

Álbum do mês: Então…

Vou ser honesta e dizer que eu não me apeguei a um álbum só neste mês, mas sim a várias músicas. Algumas delas são Malibu, da Miley Cyrus; Look What You Made Me Do, da Taylor Swift; Swish Swish, da Katy Perry; os Disney Medleys da Heather Traska e aberturas de anime hahaha. Então ficam as indicações para vocês!

Anime do mês: Vampire Knight

Terminei de ver este anime em dois dias. Sério. Eu fiquei olhando para o teto no domingo querendo chorar, mas as lágrimas não saíam. Foi tenso. Mas enfim, nós estamos aqui, segurando o choro enquanto escrevemos a postagem. O anime é sobre Yuuki, que foi salva de um ataque de vampiro por outro vampiro quando mais nova. Anos depois, a jovem é monitora na academia Cross junto com seu amigo Zero (mozão), já que são os únicos além do diretor que sabem da existência de vampiros. Em breve vou resenhar também, pois o anime tem muito, mas muito mais coisas.

Canal do YouTube do mês: Big Jack

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.