Blog
27 de fevereiro de 2017

E aí pessoal lindo, tudo bem com vocês?

Estou aqui com um post bem diferente, vocês nunca viram nada igual aqui no blog e é um assunto que eu queria trazer ao blog pois eu queria ser cosplayer mas desanimei com o tempo, mas ainda admiro muito o pessoal que faz cosplay, o pessoal é extremamente dedicado e eu fico impressionada com o talento que eles tem em trazer um personagem à vida. Fiz uma entrevista com dias cosplayers, a Bia BR é a primeira e, na próxima semana, venho com mais um post com a Lavínia.

Curta a page da Bia no Facebook!

1. Como você começou a fazer cosplay?

Eu comecei com teatro, no 1º ano do meu ensino médio, onde nós fazíamos peças e, por consequência, usávamos fantasias o tempo inteiro. Em uma peça específica, que deveria ser feita em duplas, minha dupla (que até hoje é minha melhor amiga) sugeriu que fizéssemos uma apresentação baseada em um jogo (Resident Evil), e como ela já era familiar com o mundo cosplay, pedimos ajuda de uma das maiores cosplayers da cidade na época, a Ananda Ismail Areka, que nos ajudou e despertou meu interesse pro mundo dos cosplays.

Fonte: Facebook Bia BR Cosplayer

2. Há quanto tempo você faz cosplay?

Eu faço cosplays desde 2012 e me apresento nos palcos desde 2014.

3. Quantos cosplays você já fez?

Eu comecei a investir MESMO em cosplay nos últimos anos, e nunca me liguei de fazer cosplays em grande quantidade, mas sim me focar o máximo em um ou dois por ano e fazê-los o mais perfeitos quanto possível. No total, desde 2012, fiz 10 cosplays.

4. Qual o cosplay que você fez que mais gostou?

Ah, acho que não tem como gostar mais de um em específico, porque eu gosto “mais” de vários por motivos diferentes hahaha… Por exemplo, eu amo o da Panty (do anime Panty & Stocking with Garterbelt) porque eu consigo me divertir MUITO com ele nos eventos, ser bem bagunceira e brincalhona; mas eu também amo o da Princesa Peach (do jogo Super Smash Bros) porque é um amor ver os olhinhos das crianças dos eventos brilharem e elas quererem vir me abraçar e eu me sentir uma verdadeira princesa; e eu sou apaixonada pelo meu cosplay de Sylvanas (do jogo World of Warcraft) que apesar de eu não ter gostado tanto do resultado, foi o cosplay mais elaborado e trabalhoso que eu fiz, então só de tê-lo terminado já foi uma conquista pra mim; assim como eu amo demais meu cosplay de Ravena (do desenho animado Os Jovens Titãs) porque quando eu estava no começo da minha adolescência, eu me identificava muito com ela. Fica impossível escolher só um!

5. Qual seu cosplay mais recente?

O mais recente é o da Ravena, e um dos que eu mais gosto também.

Fonte: Facebook Bia BR Cosplayer

6. O que você mais gosta quando faz cosplay?

Eu gosto muuuito de atuar, de entrar no personagem. Isso se aplica tanto a eventos quanto a sessões de foto. Eu gosto muito da sensação de “ser” aquele personagem por algumas horas.

7. Você se inspira em algum cosplayer? Qual?

Eu não exatamente me inspiro, mas tem muitos cosplayers brasileiros que admiro e espero um dia chegar ao nível deles. Entre eles estão a Kah San (Fernanda), e a Jessy Cosplayer (Jess), que tenho muito orgulho de considerar minhas amigas também. ♥

8. Qual um cosplay que você quer muito fazer, mas ainda não fez?

Ah, eu quero muuuito fazer algum cosplay do jogo League of Legends (sou viciada), mas ainda não lançou nenhuma campeã com quem eu realmente me identificasse ou admirasse… Mas se fosse pra fazer HOJE, eu adoraria fazer cosplay da Alisa, do jogo Tekken, mas com todos os acessórios funcionais *—* (sim eu não sei fazer coisa fácil D: kkkkk)

9. Você pode revelar o seu próximo cosplay ou quer fazer uma surpresa?

Na verdade eu ainda não sei bem qual vai ser meu próximo cosplay xD eu tenho uma lista de “personagens que eu gostaria de fazer cosplay num futuro próximo”, e conforme vão surgindo oportunidades de fazer eles, eu vou fazendo, então não tem exatamente uma ordem específica.

10. Qual conselho você dá para quem quer fazer cosplay?

Primeiro, faça cosplay porque GOSTA, não pela atenção. Cosplay é um hobby muito caro e eu vejo muita gente “nova” desistindo ou reclamando porque “não tem reconhecimento” e coisas assim, e pra princípio de conversa, cosplay não é sobre reconhecimento. É sobre trazer à vida seus personagens favoritos, sobre ser eles por um dia, sobre se divertir com seus amigos e tirar fotos lindas!
Segundo, faça as coisas do seu jeito e não deixe que outras pessoas te deixem pra baixo. Infelizmente o mundo cosplay ainda é um meio muito tóxico, e ainda tem muita gente que se acha “melhor” do que os outros porque a roupa é mais elaborada, ou faz ótimas performances, ou é popular. O conselho é FAÇA AS COISAS DO SEU JEITO, você não precisa fazer tudo perfeito, basta que esteja dentro das suas expectativas e você se sinta confortável, vai na fé e se diverte! Se alguém tentar te incomodar ou te diminuir, só ignora e continue fazendo o que te faz sentir bem, porque a gente só externa o que nosso sistema tem a oferecer, então se aquela pessoa só sabe criticar e diminuir os outros, é porque no fundo ela tem problemas com ela mesma, não com você. Não se irrite, tenha pena.
Terceiro, não se esqueça que cosplay é sobre se divertir e fazer novos amigos, conhecer gente nova, e até lugares novos! Não perca a oportunidade de conhecer novos eventos, não deixe a timidez te impedir de falar com aquele cosplayer que você acha incrível (na maioria das vezes, tudo o que eles precisam saber é que você gosta do trabalho deles, isso já é extremamente recompensador), elogie, dê críticas CONSTRUTIVAS, e acima de tudo, SE DIVIRTA!

Vocês sabiam que a Bia ganhou o primeiro lugar em um concurso cosplay? Não? Então vem cá ver o vídeo dela ganhando o prêmio0 no Coca-Cola Anime Jungle de dezembro de 2016!

E aí, gostou da postagem? Quer ver mais postagens assim? Deixe o seu comentário que vai me ajudar muito e dê uma força para a Bia, que é super talentosa e bem carismática!

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.