Uncategorized
31 de outubro de 2016
Imagem: Pexels.com
Fala galera linda que eu amo, tudo bem com vocês?
Estou aqui como de costume para mais uma postagem do nosso lindo e maravilhoso melhores do mês, aquela postagem mensal que eu falo sobre coisas que eu mais gostei nesse mês que passou. Em outubro não fiz tanta coisa “uau”, mas fiz muita coisa haha. E vou mostrar aqui as coisas que eu acompanhei esse mês e que eu mais gostei 😀
Série do mês: Girls in the House
Eu já resenhei a série Girls in the House e o canal do Rao já apareceu em um melhores do mês aqui no blog, mas esse mês eu não fiquei vendo muita série, só fiz uma maratona de Girls in the House porque é muito bom e é cheio de memes hahaha. Brincadeiras à parte, a história da web série vai te prender do início ao fim.
Game/App do mês: Clash Royale
Não sei de vocês, mas eu estou total e completamente viciada em Clash Royale. Vou postar uma pequena review sobre o app depois, mas ele é basicamente um jogo de cartas que você joga online contra oponentes do mundo todo e seu objetivo é ganhar novos troféus e baús para subir de nível e ganhar novas cartas.
Livro do mês: Tomb Raider: Os Dez Mil Imortais e Chama da Esperança: A Princesa Renegada
Promessa é dívida meu povo! Li muitos livros esse mês e, entre eles, o que eu mais gostei foi Tomb Raider: Os Dez Mil Imortais e A Chama da Esperança: Princesa Renegada. Tomb Raider narra a história de Lara Croft em busca do Velocino de Ouro para ajudar sua amiga Sam e Chama da Esperança narra a história de Kaira e da guerra contra os Falcões Negros.
Filme do mês: Ghostbusters
Não, não estou falando do filme que, muito provavelmente, seus pais viram um tempo atrás. Falo da adaptação feita nesse ano que conta com Melissa McCarthy (uma das melhores atrizes do mundo na minha opinião), Kristen Wiig, Kate McKinnon e Leslie Jones. Não conhecia muito sobre os filmes e sobre a história, mas eu amei conhecer com esse filme, que trouxe grandes atrizes fazendo um remake de um clássico cujo elenco principal era composto por atores. Sem contar que a história do filme é muito legal, vale a pena ver!
Site do mês: Love is Colorful
Eu gosto MUITO do blog da Bá Nassar, ela é uma fofa e tem um blog fantástico. Se você quer dicas de viagem, blog, produtos, looks e entre outras coisas acessem o blog dela porque ela merece!
Álbum do mês: Britney Spears – Glory
Não sei se já comentei aqui, mas eu tenho praticamente todas as músicas da Britney Spears no meu celular. Sou aquela pessoa que sai de Within Temptation para Britney Spears, de Disney para Anitta haha. Mas enfim, eu gostei MUITO do novo álbum da Britney e estou aqui indicando para vocês hoje 😀
Anime do mês: Orange
SIM, ORANGE DE NOVO. Como eu não tinha visto os últimos episódios antes de lançar a resenha para vocês, eu resolvi rever desde o primeiro episódio e o anime é bem maravilhoso, bem lindo e está aqui de novo!
Canal do YouTube do mês: PenseGeek
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
30 de setembro de 2016
Fala galera, tudo certo?
Chegou dia 30 e isso significa que é dia de mais um “Melhores do Mês”, aquela postagem mensal que eu falo sobre as coisas que eu vi no mês e mais gostei. Lembrando que o melhores do mês não vai conter somente coisas novas pois não é sempre que estamos com um lançamento de ontem em cima de nossas mesas, certo?
Série do mês: Unbreakable Kimmy Schmidt

Esse mês eu vi poucas séries, mas, de longe, Unbreakable Kimmy Schmidt marcou bem essa fase da minha vida de querer só ficar deitada e deixar o tempo passar. No seriado, Kimmy perdeu 15 anos de sua vida pois foi sequestrada e eu não quero perder tanto tempo assim, quero sair logo dessa vontade de ficar na cama e melhorar.

Game/App do mês: Tomb Raider (2013)

Não contei para vocês, mas eu comprei o jogo de 2013 de Tomb Raider e consegui zerar em menos de uma semana HAUHAUAH mas a sensação de você jogar é totalmente diferente da sensação de você ver em Game Plays. Estou pensando em comprar um computador novo no final do ano e talvez no ano que vem tenha Tomb Raider no canal e no blog, vocês querem?

Livro do mês: Er…

Confesso que, nesse mês, eu não li nenhum livro novo. Fiquei tão na correria de ficar produzindo posts que eu não consegui terminar leituras! Pelo menos até eu terminar esse post (terça-feira 17h26 da tarde), eu não li nenhum, então é o seguinte: MÊS QUE VEM teremos dois livros como livros do mês.

Filme do mês: A Fera

Mais um filme antiguinho para vocês pois eu não fui ao cinema esses dias para ver as novidades, já que tá caro e eu to na correria. Bom, o filme é de romance e uma das muitas outras adaptações de “A Bela e a Fera” e conta com Vanessa Hudgens e Alex Pettyfer sendo super shipáveis no elenco.

O Eu Curto Literatura é um blog literário (ah vá) e as blogueiras postam resenhas de livros e de filmes que elas viram/leram. Já peguei muitas indicações de livros e de filmes lá e acho que vocês vão gostar também.

Álbum do mês: Er… 2

Então, esse mês eu não fiquei presa em um álbum pois eu escutei várias músicas esse mês, como I Shall Rise da Karen O; We Own the Night, da Selena Gomez; I Love You, da Avril Lavigne e muitas outras. Então deixo essas três como indicações!

Anime do mês: Orange

Eu amo animes shoujo, o que é um fato. E com Orange não foi diferente, o anime tem uma história bem legal, a ideia é bem diferente e em breve sai resenha para vocês. E eu tenho certeza que os amantes de romance e de histórias com viagem no tempo vão adorar.

Canal do YouTube do mês: Princesando SQN
Conheci o canal da Ingrid em um grupo de blogueiras que eu participo e no canal dela ela fala sobre alguns assuntos mais polêmicos com uma dose bem grande de humor. Recomendo que você assista os vídeos pois vai se divertir bastante.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
1 de setembro de 2016
Finalmente agosto acabou! Sério, esse mês durou um ano, estava quase usando branco hoje meia-noite. E nem o meu computador aguentava mais, eu fiquei esses dois dias sem post pois o computador estava instalando uma atualização eterna e só resolveu funcionar ontem, o dia que estou escrevendo essa postagem. 
E como é de lei todo fim de mês o melhores do mês, chegamos a mais uma postagem com as melhores coisas que eu acompanhei nesse mês de agosto, lembrando que geralmente vocês não vão ver coisas inéditas aqui, pois eu posso gostar mais de uma coisa lançada em 1900 do que uma lançada ontem.

Série do mês: Stranger Things

Vamos ser suspeitas por só ter visto essa série? Vamos hahaha. Mas eu acho que, mesmo se eu tivesse assistido outras séries eu não teria ficado tão fascinada como quanto eu fiquei com Stranger Things. A série mistura ficção com fantasia com drama com terror com suspense e o resultado é essa série fantástica, que você consegue assistir em um dia. Então aproveite o feriado chegando e mude para o sofá de sua sala para assistir Stranger Things.

Game/App do mês: Pokémon Go
Outro que nem teve concorrência. Passei por um bom tempo sem sair de casa por vontade própria e quando minha mãe me viu saindo de casa para caçar Pokémon ela riu e ficou feliz. O jogo é muito extenso e tem uma jogabilidade interativa que te deixa dentro do jogo. Se você não jogou, saiba que eu recomendo.

Livro do mês: Romeu e Julieta em Quadrinhos


Eu já amo as obras do Shakespeare no normal. Acho a narrativa dele muito incrível e as edições dos livros dele são impecáveis, eu nunca vi uma edição que eu odiasse. Fiquei sabendo que a Editora Nemo iria fazer uma coleção só com obras do Shakespeare em quadrinhos eu procurei em muitos lugares para vender e, depois de ler muitos “esgotados”, acabei achando disponível na Saraiva e comprei.
Filme do mês: Amor a toda prova

Vai ter filme velho sendo indicado? Vai. Vi muitos filmes esse mês, nas minhas madrugadas em claro, mas, no final das contas, quem ganhou o título de melhor filme de agosto foi para Amor a toda prova, um filme de comédia romântica que é ótimo para assistir mais com os amigos em uma tarde com um balde de pipoca.

Site do mês: Vinte e uma primaveras


O site Vinte e uma primaveras é um site de uma colega minha que eu conheci em um grupo de blogueiras no Facebook, o Blogueiras Ever. No blog, a Lydianne posta textos sobre o cotidiano, tags e muitas outras coisas. Vale muito a pena conferir.
Álbum do mês: Hydra, da banda Within’ Temptation

Mais uma coisa velha haha. Acho que esse vai ser o Melhores do Mês da velhice, pois eu estou indicando algumas coisas mais antiguinhas do que o costume, mas foi o que eu ouvi e esse álbum me faz ter várias ideias diferentes e é a minha trilha sonora para ir ao serviço haha.
Anime do mês: Kamisama Hajimemashita
Eu fiquei completamente apaixonada por esse anime no ano passado e, recentemente, lançou um novo OVA que está destruidor de sentimentos, me fez chorar com tanta coisa linda e estou louca para ler todos os mangás logo. (Nesse momento, estou abrindo uma aba na Saraiva para procurar os mangás para comprar).
Canal do YouTube do mês: RaoTV



Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
4 de abril de 2016
Gênero: Ação, Aventura, Shounen, Sobrenatural
Autor: Adachitoka
Direção: Kotaro Tamura
Estúdio: Bones
Status do Anime: Completo
Ano: 2014
Sinopse: No limite entre este reino e o outro, vivem oito milhões de deuses, espíritos de mortos que servem como deuses. Uma doce garota chamada Iki Hiyori encontra um garoto sem-teto usando um moletom e o salva de ser atropelado, mas sofre o acidente em seu lugar. O garoto que se diz ser um deus chamado Yato, é sem- educação, rabugento, preguiçoso e nunca escuta aos desejos de ninguém, mas ele tem o poder de ser um deus… que ninguém sabia até então.
-xx-

Fala galera, tudo certo?
Segunda-feira voltando esse dia lindo para continuar a ficar na cama dormindo, certo? Errado, um dia lindo para acordar i,r trabalhar cedo, ir para a nutricionista e ir para a aula de revisão sofrer um pouquinho. Só um pouquinho haha. 
A resenha de hoje é de um anime que do nada havia dominado a minha timeline do twitter (eu fico muito tempo lá, se você quiser me acompanhar é só clicar aqui), que é o anime Noragami. Eu pensei em mil e uma coisas para colocar de título da postagem, mas falar sobre o olho do Yato ganhou.

Na boa migo, qual a necessidade de ter um olho assim?

O anime começa com uma lagosta gigante (sim, uma lagosta gigante) atacando uma escola e o protagonista Yato luta com essa lagosta com a ajuda de Tomone, a sua regalia. Após ajudar o deus, Tomone diz que não quer mais trabalhar para ele.
Porém Yato é um deus que ajuda as pessoas graças aos pedidos e a aventura realmente começa quando um jovem garoto perde seu gatinho chamado Lorde (se não me engano é esse o nome). Ao tentar salvar o gato, Yato atravessa a rua e, antes de completar o seu caminho, a jovem Yatori o salva de ser atropelado por um caminhão.
Após esse salvamento, a jovem Yatori adquire uma habilidade nova: sua alma consegue sair de seu corpo, como se ela estivesse viva e morta ao mesmo tempo.
O anime logo me prendeu a atenção, pois a protagonista é fã de lutas e nos primeiros episódios ela BATE nos monstros. Já desanimei de ver animes por conta do “ela não faz nada” e em Noragami ela faz. Outro ponto positivo é a personalidade dos protagonistas que são muito diferentes, mas se complementam.
Noragami é um anime finalizado e tem uma segunda temporada chamada Noragami Aragoto que eu ainda não vi, mas está na minha lista. E, como de costume, fiquem com a opening que tá linda <3

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
8 de fevereiro de 2016
Título: Diabolik Lovers
Autor: Seiko Nagatsu
Diretor: Shinobu Tagashira
Gênero: Shoujo, Romance, Vampiro
Produtora: Obras Frontier, Zexcs
Número de Episódios: 12
Sinopse: Komori Yui é uma garota positivo de pensamento que, no entanto, está preocupado por ver espíritos e experimentar fenômenos poltergeist. Em seu segundo ano na escola, ela transfere para uma nova escola à noite para artistas e celebridades, devido ao trabalho de seu pai uma escola. Há rumores de que vampiros existem entre o corpo discente, e Yui acaba vivendo com os seis sádicos Sakamaki irmãos vampiros.

-xx-

Fala galera, tudo certo com vocês?
Espero que sim, nessa segunda-feira de Carnaval bem animada que estou passando de frente ao computador para produzir um conteúdo bem bacana para vocês!
E a resenha de hoje é do anime Diabolik Lovers, que eu vi recomendação da segunda temporada no site Super Animes e fiquei curiosa para ver como é o anime desde o início.
O primeiro episódio começa com Yui chegando até uma mansão no maior estilo “você vai morrer aqui dentro” por conta de seu pai. A infância de Yui foi em uma igreja porque seu pai é um padre e o ponto religioso é bem destacado no anime, principalmente a fá da garota que não deixa de acreditar em Deus em nenhum momento do anime.
Chegando nessa mansão, ela bate na porta que abre sozinha e encontra um homem deitado no sofá chamado Ayato. Ao conferir que o jovem estava sem pulso, liga para a emergência e o garoto acorda e destrói o celular dela. No decorrer do episódio, ela conhece os outros personagens: Shu, Reiji, Kanato, Subaru e Raito. Ela tem momentos com cada um desses vampiros e a presença de Yui desperta algumas lembranças de cada um, o que me intrigou bastante.
Em um episódio, Yui descobre uma sala repleta de mulheres vestidas de noiva que frequentaram aquela casa e, ao sair e ir para o seu quarto, encontra uma mulher de cabelos lilás que a faz ter um sonho com o passado dos garotos e ajuda a entender melhor o jeito deles atualmente.
Agora, a minha deixa final: eu não gostei do anime. Eu achei que ia ser algo como Vampire Knight ou com mais ação que o mesmo, mas me decepcionei. Yui é uma garota muito ingênua e “fofa” nos primeiros episódios e eu fiquei confiando que ela iria mudar depois de todos os vampiros terem sugado seu sangue, depois de descobrir sobre o que aconteceu com Cornelia, a mulher misteriosa, mas não: ela deixa os caras chuparem o sangue dela e pronto, ficamos assim. Mas sem dúvidas o que mais me irritou é a garota ter chances de fugir E FICAR PARADA NO QUARTO. Miga sua louca, apenas pare. O que me prendeu mesmo foi o mistério e não estou muito animada para ver a segunda temporada, por mais que, a forma como a primeira temporada acabou, abre um leque para muita coisa.
Se você se interessou, o anime é curtinho, tem somente doze episódios com cerca de quinze minutos cada um. Deixei a opening aí embaixo para vocês e digo mais duas coisas: o Kanato (menino do ursinho) me assusta e o Ayato (de cabelo rosa) é o Natsu (Fairy Tail) de outra dimensão.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.