Tags
23 de agosto de 2017

E aí gente linda, tudo certo com vocês? Estou tentando organizar um horário bacana para as postagens ainda. Então, por um tempo, os horários das postagens serão aleatórios, ok? Ok. Então já venho com uma tag para vocês, a tag dos Otaku. Então, se você gosta de animes ou quer ver recomendações, vem aqui para conhecer alguns animes!

1- Quais seus animes e mangás favoritos?

Como já tem uma pergunta sobre mangás, vou falar dos animes.

Gosto muito de Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball e InuYasha. Sério. De todos os que eu já vi, reassisti muitos episódios destes animes, principalmente InuYasha. Poderia citar mais uma porrada, mas meu top 3 são esses.

2- Qual seu personagem de anime favorito?

Dois dos meus personagens favoritos de longe são a Sakura, de Card Captor Sakura e o Sesshomaru, de Inu-Yasha. Sim, eu gosto do Sesshomaru e tenho muita raiva que o episódio que conta a história da princesa que gostava dele não foi aprovado no Brasil. Mas tem online para noooossa alegria!

3- Qual foi o primeiro anime que você viu?

Card Captor Sakura.

4- Como você começou a gostar de anime?

Comecei a gostar de anime acho que aos quatro ou cinco anos por influência da minha prima, que amava Sailor Moon. Aí tirei uns dias para ver e vi muito muito MUITO anime.

5- Qual foi o anime mais recente que você viu?

O anime mais recente de idade que eu vi foi Tsurezure Children, que é um shoujo bem fofo. Sério, vocês vão ficar eternamente apaixonados pela fofura ou com um tédio imenso se vocês não gostam de shoujo. Mas o último que eu vi em questão de “estava vendo dois segundos atrás”, foi Vampire Knight.

6- Você coleciona coisas de anime?

Sim. Tenho, no momento, alguns mangás, álbuns de figurinha e cards, mas quero comprar figures (quando tiver muito dinheiro e casa própria, pois se chegar figure aqui em casa, vou colocar na minha testa porque não tem espaço).

7- Que personagem de anime descreve sua personalidade?

Essa pergunta é difícil para caralho. Sério, eu tô aqui pensando nos animes que eu vi e não achei nenhum que parece comigo. Ai… Próxima pergunta hahaha.

8- Você vai/foi para eventos de anime?

Sim, eu estou indo muito ao Anime Festival e quero continuar indo.

9- Você costuma ler mangás?

Yep ♥

10- Quais são seus mangás favoritos?

Tokyo Ghoul, Nanatsu no Taizai (Seven Deadly Sins) e Sailor Moon.

Ah, e estou no aguardo do relançamento de InuYasha, viu JBC?

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Melhores do mês
1 de fevereiro de 2017

Fala galera, tudo certo com vocês? Estou aqui com mais uma indicação de melhores do mês aqui para vocês como de costume. Ainda estou um pouco com problemas na mão por causa do surto da Esclerose, mas não posso deixar vocês sem nada, não é mesmo? E vocês estão vendo algumas pequenas novidades no blog, tem mais chegando, ok? Já já vou trazer muuuuuita coisa nova para vocês.

Série do mês: Grey’s Anatomy

Grey’s Anatomy foi a série que eu fiquei totalmente viciada nesse mês. Uma amiga minha me recomendou, eu ignorei. Depois de um tempo, estava num tédio danado e todo mundo do meu Facebook parecia surtar com a trama de Meredith. Fiquei “mas que cacete, o quê esta série tem que todos amam?” Comecei a ver e fiquei viciada. Se você gosta de séries médicas, com drama e romance eu recomendo. Se você gosta de casos médicos estranhos também vai gostar, pois muitos dos casos relatados na série são inspirados em casos reais.

Imagem: Filmes Online X

Game/App do mês: The Walking Dead: a New Frontier

The Walking Dead lançou no final do ano passado e eu nunca tive interesse em jogar a saga de Clementine. Fiquei bem receosa em comprar quando anunciou, pensei melhor não e hoje eu espero a New Frontier entrar em promoção na Steam para comprar junto com os outros jogos. A Telltale investiu num jogo com gráficos que lembram quadrinhos assim como de costume e com a história que segue um percurso conforme as suas decisões, o que é bem dinâmico e me deixou interessada para jogar os outros.

Imagem: Steam

Livro do mês: PewDiePie – Este Livro te Ama

Tenho quase certeza que eu já indiquei este livro te ama no blog, mas como eu não lembro estou indicando aqui novamente. Eu fiquei meio na bad e o livro do PewDiePie me ajudou com algumas frases engraçadas e motivacionais. Foi muito bom ler para rir um pouco.

Imagem: sobrenet.pt

Filme do mês: No Pique de Nova York

Esse mês de janeiro teve muita coisa no cinema, muitas novidades e eu não vi nenhuma, mas vi um filme de 2004, época que eu era Juki cotoquinho, e deu muita nostalgia! Saudades de ver esse filme. No Pique de Nova York é sobre irmãs gêmeas Jane e Roxy (interpretadas pelas gêmeas Olsen) que tem personalidades totalmente opostas; enquanto Jane é certinha e está indo realizar um grande discurso acadêmico, Roxy é uma roqueira que sonha em ser uma rock star. As duas se envolvem em uma confusão enquanto viajam para Nova York quando um cara coloca um chip de computador na bolsa de Roxy.

Imagem: vicstemumblog.com

Site do mês: DeviantART

Eu tinha uma conta no DeviantART mas parei de usá-la um bom tempo. Outro dia, estava procurando algumas fanarts e voltei a me relacionar com este site lindo com artistas que fazem você esconder os seus bonequinhos de palitinho e com histórias fascinantes. Você pode pesquisar qualquer coisa e filtrar coisas como desenhos, texto, colocar como filtro as postagens recentes e muito mais.

Imagem: Deviantart t1na

Álbum do mês: Taylor Swift – Speak Now

Speak Now é um álbum de 2010 que eu amo muito. Para mim, é sem dúvidas o  melhor álbum dela. Tudo foi perfeito: escolha de singles, photoshoot, letras de músicas, harmonia, a turnê, foi tudo incrível, coisa de você ver no YouTube e querer estar lá.

Imagem: Wallpaper Cave

Anime do mês: Ben 10 – Força Alienígena

Eu não sei se contaria como anime, pois para mim Ben 10 sempre foi e sempre será um desenho, mas como eu vi em um site de animes eu me senti na obrigação de deixá-lo na parte de animes do blog.  Sei que muita gente vai ficar “uau, você vê Ben 10?” galera, eu era viciada nesse desenho/anime. Se estava passando no Cartoon Network eu ia lá assistir tranquilamente e esses dias me deu saudade (parecendo melhores do mês da nostalgia hahaha). Esse desenho/anime é a continuação de Ben 10, só que com os protagonistas mais velhos (time skip de 5 ou 6 anos) e com algumas coisas mais maduras, o que não deixa o anime/desenho tão infantil.

Imagem: DS Cartoons

Canal do YouTube do mês: ElectronicDesireGE

Saiu Resident Evil este ano e eu prometi para mim mesma que evitaria ao máximo saber sobre o jogo, porém eu li muitas reviews positivas sobre o jogo e resolvi acompanhar no YouTube. Acompanhei no canal do Alan, pois ele faz piadas nos momentos de susto e no decorrer do jogo, o que alivia um pouco a tensão. Depois que a série de RE7 acabou, fiz maratona de algumas séries dele e se você gosta mais de jogos de terror ou quer pegar indicações de jogos de terror, vai se divertir no canal do Alan.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Melhores do mês
6 de janeiro de 2017
E chegamos mais uma vez com aquele post que não teve em novembro, mas tem em dezembro. Eu fiquei com muitas saudades dessa postagem pois eu faço um remember de tudo o que rolou no mês e o melhores do ano é melhor ainda, pois o remember é maior.
Esse ano teve muita coisa boa, muita novidade e muita coisa incrível nas novas mídias e vou aqui contar para vocês o que ganhou no meu ano de 2016. Se vocês gostaram de alguma coisa ou não gostaram me falem que eu adoro quando vocês comentam sobre as coisas do blog.
Série do ano: Stranger Things
Stranger Things é uma série da linda, maravilhosa, incrível, irreverente, segura de si, Netflix. O enredo é focado no desaparecimento misterioso de Will, que começa a encadear um tanto de acontecimentos estranhos na cidade de Hawkins. Os amigos do garoto Mike, Lucas e Dustin começam a investigar paralelamente à polícia e encontram uma garota com poderes chamada Eleven. A trama é fantástica e eu garanto que vocês vão acabar de ver a série querendo a segunda temporada.
Imagem: Netflix


Game/App do ano: Pokémon GO
Um jogo que, assim que saiu foi a maior febre. Todo mundo baixou e começou a jogar no ônibus indo para o serviço, indo para casa, começou a disputar batalhas, o aplicativo deu o que falar nas primeiras três semanas de lançamento e hoje poucas pessoas jogam. Felizmente, eu sou uma dessas poucas pessoas. Pokémon GO é um jogo de realidade aumentada que você tem que sair atrás de muitos Pokémons e completar a sua Pokedéx. Já tenho mais de 100 monstrinhos, e vocês?
Imagem: Redbull


Livro do ano: Doutora da Alma (autora: Paloma Bernardino)
Quando uma amiga nossa anuncia que vai lançar um livro, você já fica na expectativa. Aí você lê o livro e vê algo tão poético, tão bonito que fica até sem reação ao le e para falar sobre ele. O enredo é narrado por Danilo Vaccari e mostra a amizade que ele tinha com Valentina Rodrigues. Porém a garota tem que mudar para São Paulo e eles perdem o contato até que Danilo, um ano depois, reencontra Valentina em um programa de televisão para falar sobre seu best-seller O Voo da Borboleta. O romance é muito bonito, cheio de metáforas e gera uma expectativa muito grande no leitor. Em breve vai sair resenha aqui no blog e falarei mais sobre o livro.
Imagem: Arquivo pessoal

Filme do ano: Capitão América – Guerra Civil
Não é o novo filme do Star Wars porque eu não fui ver ainda hahaha. Mas é filme de heróis porque meu lado nerd dominou os cinemas de Belo Horizonte para ver filmes baseados em HQ e mais geeks. Guerra Civil é aquele filme que me fez querer chorar, querer brigar com todo mundo no cinema (colegxs, vocês não precisam gritar feito loucxs toda cena que aparece o Chris Evans), querer ver de novo umas trezentas vezes (acho que eu vi só mais 299 vezes depois) e me deu uma expectativa gigante para o filme do Homem Aranha com o Asa Butterfield. 
Imagem: Pipoca e Nanquim
Site do ano: Love is Colorful
Eu gosto MUITO do blog da Bá Nassar, ela é uma fofa e tem um blog fantástico. Se você quer dicas de viagem, blog, produtos, looks e entre outras coisas acessem o blog dela porque vai ter tudo e mais um pouco do que você precisa!

Imagem: Blog Love is Colorful

Álbum do ano que vai ser artista do ano: Christina Grimmie

Eu já tinha conhecido os covers da Grimmie tem muito tempo e parei de ouvir com o tempo, mas em dezembro eu ouvi quase todas as músicas dela. Infelizmente a Christina foi assassinada em junho de 2016, mas sua música e seu legado vão ficar para sempre.

Anime do ano: Orange
Se não fosse essa belezinha seria qual anime meu povo? Não foi nem um pouco difícil escolher o anime do ano em 2016, já que Orange ganhou o meu coração em 2016 e provavelmente vai ganhar em 2017 também (ou não, me indiquem animes). A história desse anime é incrível, o mangá é perfeito e tenho certeza que vocês vão gostar.

Imagem: Site Farol Cultural

Canal do YouTube do ano: PenseGeek

No canal PenseGeek, as Satty comenta sobre coisas da vida dela, responde os fãs, faz vídeos de Game Plays e muitas outras coisas. Tem muito vídeo para se divertir e rir, mas também tem muitos vídeos sérios de assuntos que muitas vezes não são tão comentados quanto deveriam.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Videos
28 de novembro de 2016
Imagem: Site Anime Festival
Fala galera, tudo certo com vocês?
Como vocês viram no título, eu fui ao Anime Festival edição primavera de 2016 e estou aqui para falar um pouco sobre o evento.
Como o próprio nome diz, é um evento de anime, o qual algumas lojas fazem stands com produtos para vender. Eu aproveitei e fiz algumas comprinhas, vou fazer um vídeo e mostrar para vocês depois, só vou ficar devendo o nome das lojas que me venderam os produtos.
Tem stand de tudo o que você imagina. Até katanas estavam vendendo lá. Sim amigos, KATANAS (para quem não sabe, katanas são espadas muito utilizadas por samurais). Tinha doce japonês, mangás, camisetas, toucas personalizadas, orelhas de gatinho diversas, pelúcias, funkos e muitas outras coisas.
Além disso, a patrocinadora do evento, SAGA, tem um stand o qual tem Just Dance, exposição de personagens em argila e games. Outra coisa bem interessante são as atrações do evento, que geralmente são dubladores, bandas, cantores e YouTubers. Nesse evento eu fui no dia 20, então teve show da banda SURGE~outofdesperation e da cantora Angellyck e o YouTuber convidado foi o Muca Muriçoca (até participei do vídeo dele hahaha).
E por último, mas não menos importante, há também o concurso cosplay, o qual cosplayers mostram os personagens e fazem você pirar com tanta perfeição e tanto talento. Tinha uma cosplayer que estava com uma capa de veludo. E estava muito calor. Aquela menina estava assando, coitada! Eu arrancaria a capa assim que saísse do palco, com certeza.
A única coisa que eu não gostei do evento foi o local, pois o Minascentro é extremamente abafado e só ventila na parte externa ou perto de janelas e clima abafado junto com muita gente no lugar não é uma combinação muito boa.
E, para fechar o post com chave de ouro, o vídeo do Muca, já que fui trolada pelo Premiere Clip e meu vídeo não ficou prono na madrugada ): vou ver se posto hoje e coloco o link aqui no post e na lateral. 
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Uncategorized
2 de novembro de 2016

Anime: Orange
Autor: Takano Ichigo
Direção: Hiroshi Hamasaki
Gênero: Drama, Romance, Vida escolar, Shoujo, seinen
Produtora: Telecom Animation Film
Ano: 2016
Número de Episódios: 13 
Sinopse: Certa manhã Naho Takamiya recebe em casa uma carta cuja remetente afirma ser ela própria dez anos no futuro. Em um primeiro momento não acreditando em seu conteúdo, a garota se vê obrigada a mudar de ideia conforme percebe que os eventos do dia narrados na carta acabam acontecendo de verdade, especialmente a chegada de um novo aluno na sua sala chamado Kakeru Naruse, rapaz esse que aos poucos fará parte de seu grupo de amigos formado ainda por Hiroto, Saku, Takako e Azusa. Detalhando então o que virá a ocorrer nas próximas semanas e meses, a Naho do futuro explica como possui diversos arrependimentos de ações errôneas tomadas nessa fase de sua vida, desejando assim que a Naho estudante corrija tais eventos no seu lugar, e em particular os que envolvem Kakeru. Na carta é revelado que o garoto não estará mais entre eles no futuro, cabendo à jovem Naho a partir de agora tomar conta dele e realizar as ações corretas a fim de evitar uma iminente tragédia.
-xx-

Fala galera, tudo certo?
Estou aqui para mais uma resenha de anime! Vou contar que eu estava com muitas saudades de ver animes, mas o meu computador estava uma coisa incrível para assistir. Sério. Se ele passasse dois segundos sem travar eu ria de orelha a orelha.
Mas com problemas resolvidos graças ao aplicativo AnimeTV, voltei a ver meus animes e espero manter uma rotina mais frequente com resenhas de animes e mangás aqui no blog (AVISO: não é propaganda. Quando eu gosto de algo, eu falo em todo canto e praticamente tatuo no meio da testa). 
O anime que vou resenhar hoje é o anime que entrou para o melhores do mês de setembro e de outubro, Orange.
Orange narra a história de Naho, uma garota que começa a receber cartas de si mesma dez anos no futuro, contando fatos que aconteceriam nas próximas semanas e pedindo para que sua versão dez anos mais jovem não faça algumas coisas as quais ela se arrepende.  Assim como escrito na carta, no primeiro dia de aula do 2º ano do Ensino Médio, um novo garoto é transferido para a escola onde estuda: Kakeru. Naho e seu grupo de amigos se aproximam de Kakeru e Naho ignora um dos avisos da carta: não convidar Kakeru para o evento que teria após a aula.
Depois desse evento, Naho vai se aproximando de Kakeru e acaba se apaixonando pelo garoto, descobrindo que a mãe dele cometeu suicídio no dia do evento e Kakeru se culpa, pois, caso ele não fosse ao evento, sua mãe ainda estaria viva. A garota tenta evitar com que outros acontecimentos ocorram para que Kakeru não cometa suicídio, assim como descrito na carta.
O anime é muito lindo. O jogo entre futuro e passado é feito de maneira incrível, o autor realmente soube como inserir isso na história sem provocar alterações na linha do tempo e como ele fez isso eu não digo, pois é spoiler e não gosto de dar spoilers. A temática da história gira em torno dos problemas pessoais de Kakeru e a narrativa apresenta depressão e suicídio de uma forma bem real. Recomendo muito que vocês assistam (de preferência, com uma toalha do lado, porque você VAI chorar).
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.