Uncategorized
14 de abril de 2015
Sinopse: Sherrie (Julianne Hough) é uma jovem que chega em Los Angeles vinda de uma cidade pequena. Ela sonha se tornar uma cantora de sucesso, mas pouco após desembarcar do ônibus tem sua mala roubada. Quem a ajuda é Drew (Diego Boneta), que consegue para ela uma vaga como garçonete na famosa casa de shows Bourbon, ícone do cenário rock da cidade. Drew também trabalha no lugar e não demora muito para que eles engatem o namoro. Só que o Bourbon enfrenta problemas financeiros e seu dono, Dennis Dupree (Alec Baldwin), acredita que possa salvar o local com a renda do último show de Stacee Jaxx (Tom Cruise) com a banda Arsenal, já que ele pretende seguir carreira solo. Entretanto, a esposa do prefeito (Bryan Cranston), Patricia Whitmore (Catherine Zeta-Jones), pretende fazer o que estiver ao seu alcance para fechar o Bourbon, já que o considera um antro de perdição para os jovens.

-xx-

Fala galera, tudo certo?
Mais uma vez eu não sabia sobre qual filme falar aqui. Aplausos, aplausos, aplausos. Aí eu lembrei que assisti esse filme na virada do ano e ia fazer uma resenha sobre ele, mas acabei esquecendo e excluindo a resenha. E, em um momento nostálgico que eu estava escutando a trilha sonora, eu fiquei com vontade de rever o filme (não tem na Netflix, mas vocês conseguem achar online para assistir ou para baixar).
O que mais me atraiu nesse filme foi a trilha sonora, que eu geralmente pesquiso antes de ver o filme. Se a trilha sonora me agradar, muito provavelmente o filme vai me agradar. E a trilha sonora está recheada de músicas de rock mais antigas, como Hit me With Your Best Shot, Paradise City, Shadows of the Night, entre outras (talvez eu faça um “Aumente o Som” sobre a trilha sonora, mas ainda é talvez).
O filme gira em torno de Sherrie, uma garota de Oklahoma que se muda para Los Angeles para se tornar uma cantora de sucesso e, ao chegar na cidade, tem a mala com seus álbuns roubada. Drew, um trabalhador da casa de shows Bourbon, tentou impedir o assaltante mas não obteve sucesso e ofereceu a Sherrie uma vaga de emprego na casa de shows. Conversa vai e conversa vem, os dois acabam se apaixonando e vivendo um romance enquanto tentam salvar Bourbon.
A minha opinião começa falando sobre a atuação foda de Tom Cruise. Eu não me recordo de ver um filme que ele não seja aquele cara certinho e vê-lo como um roqueiro que sai com muitas mulheres foi muito diferente. O filme é muito bacana, por mais que sejam aqueles clichês de mocinha/mocinho, mas as músicas dão um atrativo a mais. O único problema é que o filme tem duas horas (ou mais) de duração, então você pode desanimar um pouco de assistir.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Lilian Farias

    15 de abril de 2015

    Olá, querida!
    Seu blog é fofo. O filme em questão não me chamou atenção, mas, como você, gosto de ouvir as trilhas sonoras de filmes. No entanto, não é o que me prende na trama… Esperarei por mais dicas de filmes.
    http://www.poesianaalma.com.br/

  2. Ju Souza

    16 de abril de 2015

    Olá!!!
    Não conhecia o filme, mas ele não chamou muito a minha atenção e nem sua trilha sonora. =/
    Como disse a Lilian, vou esperar por outras dicas de filmes. Parabéns pelo seu blog.
    Bjus
    Juh – Surtos da Juleka

  3. Páginas Secretas

    16 de abril de 2015

    Olá,
    Não sou de prestar muita atenção na trilha so nora, e esse filme não me chamou atenção :/
    Um beijo.

  4. Cila – Leitora Voraz

    17 de abril de 2015

    Oi Ju, sua linda, tudo bem?
    Tom Cruise como roqueiro realmente é bem diferente, eu nunca vi, estou acostumada com aqueles filmes de ação que ele faz. Não conhecia esse filme, mas eu gosto muito de música, se ela foi uma atrativo no filme deve valer a pena.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

  5. Francine Porfirio

    17 de abril de 2015

    Flor, quem desanimaria a assistir DUAS horas de TOM CRUISE!? Ah, por favor! Hahahaha… saiam da frente, porque é hoje que vou curtir esse filme!
    Adorei a dica. Eu achei que a história promete diversão e entretenimento. Meu marido havia comentado sobre esse filme na época do lançamento, mas achamos o trailer meio fraquinho. Mesmo assim, sua opinião me animou.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

  6. Celly Nascimento

    19 de abril de 2015

    Oie, Juliana!
    Mesmo eu não gostando de filmes longos (mas hoje em dia, duas horas nem está tão longo assim), já estou baixando Rock of Ages. Tinha ouvido falar sobre o filme, mas nunca assisti. Espero ter uma ótima experiência como você assistindo-o.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

  7. Tania Bueno

    20 de abril de 2015

    Oi Ju,

    Eu amo músicas e trilhas sonoras como você e como esta me conquistou, certamente gostarei do filme também, (ainda não o assisti).
    É muito bacana como descobrimos algo através das resenhas, valeu. Dica anotada.

    beijos
    Tânia Bueno
    http://www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

  8. Suelen Fernandes

    23 de abril de 2015

    Olá!
    Eu já vi esse filme e é bem legal. Nada sensacional, mas gostei de ver.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/