Uncategorized
3 de Março de 2015
Alô galera de peão, alô galera de cowboy! Tudo certo com vocês?
Sim, essa foi mais uma tentativa fail para iniciar o post de hoje, sem usar o meu “fala galera bacana” de sempre.
Bom, o post da segundona do tédio está saindo hoje porque minha segunda foi muito corrida e eu mal mal tive tempo para mim, pois fui resolver algumas coisas no banco e na auto escola e acabei demorando mais tempo que o planejado.
Mas chega de papo e vamos a indicação que fez com que eu me sentisse a pessoa mais burra da face da Terra, com esse jogo que me deu mais raiva do que tudo.
Você se lembra daqueles jogos que você tem que formar palavras com um tanto de letras aleatórias? Letroca segue essa vibe, apresentando quatro maneiras diferentes para jogar: stars, clássico, metade e zen.
No modo stars, você tem que ir jogando e acertando as palavras até obter as três estrelas (você consegue passar de fase com uma estrela, mas enfim) dentro do tempo limite. Nesse modo, há vários mini games para você adivinhar as palavras: animeis, esportes, corpo humano, roupas, escola, cores, alimentação, emoções, casa e natureza, que são desbloqueados a medida que você vai ganhando estrelas.
Já o modo clássico é mais simples: o seu objetivo é encontrar a maior palavra em um tempo de 2 minutos e 30 segundos.
Em metade, você tem que encontrar metade (50%) das palavras. Para te ajudar, no local do tempo aparece a sua porcentagem de acertos.
O último modo, chamado zen, você joga o modo stars sem coletar estrelas e sem limite de tempo.
A minha opinião sobre o jogo é que ele é muito interessante. de verdade. Ele é interessante não só para as crianças que estão em processo de aprendizagem, mas também para pessoas mais velhas, pois aumenta o vocabulário ao tentar adivinhar as palavras e, no modo clássico, você consegue ver as palavras que você errou no final do jogo e pensar: “como eu errei isso?”.
O jogo está disponível no Google Play, na App Store e online no site http://www.letroca-game.com/
Abaixo, uma game play do canal do YouTube LubaTV Games, que me fez conhecer o jogo:

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*