Uncategorized
23 de fevereiro de 2015
Fala galera, tudo certo com vocês?
Vocês lembram que eu comentei com vocês da leva de aplicativos gratuitos que eu baixei na Google Play? Eu baixei mais ou menos uns sete jogos e estou aqui com um deles: Carmen. Peço desculpas pelas imagens que podem estar desconfiguradas pois eu fiz screencaps de duas telas do jogo e a resolução muda.
“Você é um detetive e seu objetivo é encontrar Carmen: uma perigosa fugitiva da Interpol. Encontre pistas dos seus capangas e viaje pelo mundo através deles”.
Como o próprio app diz, é uma homenagem ao jogo Where in The World is Carmen Sandiego?, que muita gente jogou nos anos 80/90 por ser um dos melhores jogos para computador no momento. 
Sua tarefa no jogo é procurar os criminosos que roubaram artefatos antigos de diversos países, tais como China, Brasil, Inglaterra, Itália, Japão, Nigéria e muitos outros. Ao ver o gênero de quem roubou, você pode começar a elaborar o mandado de prisão e incrementá-lo para achar o suspeito utilizando as dicas que as pessoas das demais localidades irão fornecer, além de pistas para o lugar o qual o ladrão foi e prendê-lo antes do tempo limite. Só que, se você pensa que as dicas serão óbvias, como: o cara é ruivo e foi para a Alemanha, você se engana. As pessoas vão dar dicas sobre a bandeira, moeda local. e fazer metáforas sobre a cor do cabelo, como “negros como a noite” ou “os cabelos recordam a cor da paixão” e essas coisas que irritam, mas que testam seus conhecimentos sobre os países.
Outro fato interessante é que, conforme você vai resolvendo casos, você é promovido (não finalizei o jogo, estou como Detetive Júnior) até chegar ao topo de sua carreira e, finalmente, prender Carmen Sandiego.
Carmen é um jogo viciante desde quando eu costumava jogar no computador. Há algumas modificações na versão para Android, já que, quando em computador, o nome dos artefatos perdidos eram revelados e o tempo não era tão corrido assim. Os pontos sobre o app que eu não gostei são o tempo curto que é presente em uma fase, o fato de, caso você erre o país, você não poder retornar ao país anterior e refazer a rota (ou seja: errou o país, dê um restart no jogo) e a presença das propagandas toda vez que você finaliza/começa um caso. Porém, o rage por não conseguir adivinhar o país começa a ser maior e você ignora as propagandas e fica viciado tentando acertar e prender o ladrão.
PS: Quando eu prender a Carmen, posto aqui para vocês!
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Priscila Leandro

    23 de fevereiro de 2015

    Nossa eu adorava o jogo e o desenho ♥
    Eu só não sou muito fã de jogos para celular, mas quem sabe eu me acostumo 🙂
    Adorei!

    Beijo!
    Coruja Doce Blog

    • Juliana Piquerotti

      23 de fevereiro de 2015

      Olá!
      Nunca cheguei a ver o desenho, mas eu era muito fã do jogo. Assim que descobri sobre esse app eu baixei na hora