Uncategorized
26 de setembro de 2016
Fala galera, tudo certo com vocês?
Estou aqui com mais uma postagem para vocês, uma postagem aleatória que eu acho necessária fazer. Muita gente fica em um debate sobre jogos, achando que é perda de tempo, que deixa as pessoas violentas, que não tem função nenhuma além de entreter e muitas outras coisas. Pensando nisso, comecei a refletir sobre o que aprendi com os jogos e pensei: isso daria um bom post.
1. Cooperação
Muita gente não sabe, mas eu já joguei LoL e Dota 2 (quando meu computador era bom) e uma das coisas que eu mais vi era a cooperação. Se você morre no jogo, muitos jogos tem a opção de reviver (não lembro se tem isso em Dota 2 e LoL, mas alguns jogos no multiplayer tem essa opção) além de mostrar que um trabalho, quando todos fazem em equipe e se ajudam, conseguem levar o time à vitória.
2. Conhecer novos lugares, novas culturas e aprimorar seu conhecimento em história
Quem nunca sonhou em viver uma aventura em um outro país, mas muitas vezes isso não é possível? om certeza, eu muitas vezes. Em alguns jogos como Tomb Raider, Far Cry, Indiana Jones, Assassin’s Creed e outros é possível você conhecer um novo lugar e, em alguns casos, conhecer mais sobre a cultura e sobre a história de um determinado lugar, vendo os hábitos das pessoas e a cultura.
3. Aprender um novo idioma
Não, não estou falando que você será fluente em um idioma se completar 100% de um jogo. Mas muitos dos games não tinham tradução em português e, quando tinham, era legendado (até hoje o segundo Assassin’s Creed não tem tradução em português). Isso me fez ter muito interesse de aprender um novo idioma até para entender mais o que os personagens estão falando sem ter a necessidade de ler a legenda.
4. Fazer exercício
Sou honesta: detesto academia e isso não vai mudar tão cedo. Porém, graças a Deus a tecnologia evoluiu e temos jogos que detectam o seu movimento e foram criados para que o jogador fique em movimento, como Just Dance, Dance Central, Your Shape Fitness e muitos outros.
5. Controlar a raiva
Esse é, com certeza, o tópico mais importante que eu aprendi. Toda vez que eu ficava irritada com alguma situação que acontecia na minha vida, ligava o X-Box e tacava um Call of Duty ou pegava uma missão opcional de Assassin’s Creed e saía metralhando todos os inimigos rindo até o canto. Eu descontava a minha raiva em algo saudável, não agredia ninguém e me sentia bem melhor.
E aí, o que acharam do post? Deixe sua opinião para que eu saiba se vocês querem ver mais desse conteúdo e trazer mais 😀
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Segredos da Juh Costa

    26 de setembro de 2016

    Eu AMEIIIIIII o post!
    Falou tudo que eu penso também haha
    Muitos acham que jogos só sabem fazer mal, mas nunca pesquisam as partes boas de se jogar!
    As lições que tiramos para nossa vida.
    Te desejo sucesso!
    Beijinhos

    http://www.segredosdajuhcosta.com

    • Loucuras ao Vento

      29 de setembro de 2016

      Olá!
      Sim! Muita gente pensa que jogos tornam as pessoas violentas mas eu nunca matei ninguém na vida real. Mato nos videogames mas só neles hahaha.

    • Segredos da Juh Costa

      5 de outubro de 2016

      Ufaaa hahaha ainda bem né?
      Ah se for assim eu já matei muitos hahahah

  2. Jessica Dias

    26 de setembro de 2016

    Kkkkkkkkk adoreiii, nunca tinha pensado assim…
    Controlar a raiva, e saber usar a paciência tbm kkk! E com certeza se virar em outros idiomas hahahaha

    http://www.espacojessicadias.blogspot.com.br

  3. Lar da Juh

    26 de setembro de 2016

    Parabéns pelo post, eu nunca tinha pensado assim, apesar de sempre quando estou com raiva ir jogar jogos de luta pra ver se passa 😂😂😂. Bjs sucesso

  4. Ô Bonita

    26 de setembro de 2016

    ADOREI NUNCA TINHA LEVADO PARA ESTE
    LADO, EU ADORO O Just Dance SEMPRE JOGO
    AQUI EM CASA, AS VEZES FAZEMOS ATÉ CAMPEONATO ENTRE NÓS.

  5. Anne Wiziack

    26 de setembro de 2016

    Amei seu post!
    Jogo muito e sempre foi muito bom para mim o inglês e o exercício também! rsrsrs

    Beijos

    http://garotaaoquadrado.com/

  6. Vitoria Abdalla

    26 de setembro de 2016

    Amei o post! Infelizmente os jogos são, na maioria das vezes, vistos como algo banal pelas pessoas.
    Um dos itens que citou e que eu posso confirmar é o fato de aprender um idioma. Pode parecer bobeira, mas TUDO – absolutamente tudo – que aprendi de inglês foi jogando The Sims. Tenho inglês intermediário e nunca fiz cursinho. Jogos ajudam muito!
    Parabéns pelo post!
    Beijos,
    Escritora por um Acaso

  7. Elizangela Araujo

    26 de setembro de 2016

    Ameeei, eu mesma não imaginava ou se quer pensava que os jogos tivessem algum outro função a não ser o divertimeto. Parabéns, adorei de verdade.

  8. Thayza Fonseca

    26 de setembro de 2016

    Olá!!

    Eu não tenho muita paciência para jogos (confesso) quando não consigo passar de alguma coisa já desisto, mas meu marido é muito ligado e eu vejo como em alguns aspectos o jogo acrescenta na vida dele, o idioma é um bom ponto e tem a memória para decorar os comandos e combos em jogos de luta.

    Adorei o post.

    Beijos
    http://osuficientee.blogspot.com

  9. Bruh e seus Pincéis

    26 de setembro de 2016

    vou mostrar teu post para meu irmão ele adora esses jogos !!! eu amo jogar o The Sims sabe ?

  10. Toque da Jessy

    26 de setembro de 2016

    Nossa que legal! Sabe eu concordo com vc, os jogos podem servir pra acrescentar coisas boas na nossa vida, basta saber equilibrar isso.

  11. Lolla Camelo

    26 de setembro de 2016

    Que post legal! amei essa ideia de compartilhar o seu aprendizado. Eu faço muitos exercícios com o Just Dance haha amo, é meu jogo preferido. E além disso, te ajuda a exercitar a paciência, não tem nada pior do que perder todas as vidas e ter que reiniciar uma fase haha

    Beijos,

    http://www.rodoviadezenove.com.br

  12. Lahri Gomes

    26 de setembro de 2016

    Ameeeei!! Tapa na cara dos chatos que criticam videogame! É muito bom sim!! Ajuda demais no desenvolvimento pessoal ❤ parabéns!!

  13. Gaby Dahmer

    26 de setembro de 2016

    Controlar a raiva é ótimo, mas acho que aprender a "perder" é a maior lição quando se joga. E, querendo ou não, acho que todos deveriam jogar alguma vez na vida por isso.

    Adorei muito o post.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

  14. relaxa e curte

    26 de setembro de 2016

    Sempre adorei jogar kkk me identifiquei mto com o post. Hj em dia n jogo tanto quanto antes, mas virava noites, e uma coisa que aprendi com os jogos é que a gente sempre tenta se superar e ir alem.

  15. Renally Sousa

    5 de outubro de 2016

    Ola´!! Eu já fui bem viciada em jogos quando adolescente, amava e não tava nem ai para o que as pessoas falavam sabe? Vc aprende sim muita coisa, hoje em dia digamos que tenho uma prioridade (filho pequeno) que me toma todo o tempo rsrs Mas vez ou outra ainda jogo pelo celular! Adorei teu post flor!