Uncategorized
19 de dezembro de 2014
E o ano está acabando. Enquanto escrevo isso, faltam apenas doze dias para o ano acabar (são doze dias mesmo? Não sei ao certo) e todos resolvem fazer as famosas “metas do ano”, que incluem parar de comer muito, emagrecer, ganhar dinheiro e tudo mais. Aí eu pensei: poxa, eu já fiz isso e não adiantou nada, chegava a reciclar a listinha eternamente até que eu a perdi. Então decidi colocar uma lista de metas aqui também, já que eu estou retomando com o blog pois ele me faz bem, escrever aqui me faz bem e faz com que eu desabafe e jogue tudo para fora. 
  1. Guardar algum dinheiro: Essa meta é clássica para muita gente. Mas eu quero guardar dinheiro para viajar para o exterior quando eu me formar daqui a dois anos. Se Deus e a mente compulsiva de gastar dinheiro me ajudarem, Londres, 2017 estarei aí!
  2. Emagrecer: Outra meta que está na lista de todo mundo, muitas vezes por vaidade mesmo. Mas eu quero emagrecer por causa da minha saúde (sim, por vaidade também, mas o que mais destaca essa necessidade é a saúde).
  3. Postar no blog, no mínimo, três dias da semana: Acho que essa é uma meta que eu consigo cumprir, de verdade. Só tenho que deixar a preguiça de lado e hey ho let’s go.
  4. Passar no exame de direção: Está aí uma meta que devia ser cumprida em 2014. Mas graças a minha doença, fiquei internada NA SEMANA DO MEU EXAME e vou tentar novamente em 2015, esperando tirar antes da minha pauta vencer.
  5. Tirar, no mínimo, três A no meu boletim: Passar em faculdade é difícil, se manter nela é mais difícil ainda. Agora, ficar nela com uma boa nota é algo para Jedis. Mas como é uma faculdade que eu quero seguir e pretendo fazer mestrado depois, irei precisar de uma boa nota para, quem sabe, passar no mestrado direto.
  6. Olhar algum curso de inglês: Sabe a primeira meta? Então, elas se complementam. Não que meu inglês seja ruim, mas eu não pratico e ter um diploma de fluência em língua estrangeira conta muito (ainda mais que eu pretendo morar no exterior).
  7. Tentar voltar com meus hobbies: Eu sempre escrevi música e sempre adorei jogar videogames. Mas, de uns tempos para cá, as coisas começaram a apertar e eu me distanciei dos meus bons e velhos hobbies e, como minha meta esse ano é tentar me agradar mais, acho que voltarei com eles. Só não me peçam vídeos cantando, isso aí é proibido haha.
  8. Olhar algum intercâmbio por aí: E quem sabe fazer postagens direto de outras cidades?
  9. Valorizar quem me valoriza: Acho que não é necessário comentar sobre isso. É uma necessidade que todo ser humano tem que ter.
  10. Começar a olhar sobre a minha monografia: E não deixar para a última hora, como acredito que vai acontecer.
  11. Comprar roupas novas: Comprei quase R$ 300,00 reais em roupas na Black Friday desse ano e as roupas ficaram incríveis. Com base em minha necessidade de comprar roupas (já que não tenho quase nenhuma e a situação daqui a pouco está crítica), coloquei essa meta.
  12. Terminar o livro que estou escrevendo e mandar para uma editora publicar: Estou com essa meta desde 2012/2013 e ela continua, só os “livros” mudaram. Mas estou com um grande projeto em mente e ele está quase pronto (faltam cerca de seis capítulos, pouca coisa até), então pretendo colocar esse projeto em frente e publicar. 
  13. Colocar vídeos: Eis uma situação: a pessoa gosta de fazer vídeos, mas fica sem jeito ao estar diante de um. Essa pessoa sou eu e acredito que vou tentar vencer a timidez. Tomara.

“Ah, Juliana, você não vai colocar em suas metas arrumar um namorado?” NÃO. Não vejo necessidade de colocar “um namorado” como meta, até porque todas as minhas metas são coisas mais pessoais e que dependem da minha determinação para isso. E um namorado não é questão de determinação, é questão de escolha.
Muito provavelmente eu estou esquecendo de algumas coisas, mas até a virada do ano eu irei colocar mais coisas nesse post. E, no final de 2015, estarei relendo meta por meta e vendo se deu tudo certo (se eu conseguir pelo menos 4 coisas da lista, já estou sambando de felicidade). 
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*