Uncategorized
3 de outubro de 2016

Livro: Fala Aí Malena
Autora: Malena Nunes
Editora: Outro Planeta
ISBN: 9788542207798
Ano: 2016
Páginas: 160
Compre: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino | Americanas
Sinopse: Fala aí, povo bonito! Pra quem não me conhece, eu sou a Malena, a menina por trás do headset verde. Talvez você possa pensar: o que essa garota de vinte e um anos tem pra contar num livro? Calma! O objetivo é falar de infância, adolescência, dilemas dessas idades, que só quem esta passando ou quem acabou de passar vai entender. Por isso, estou aqui! Com o coração aberto pra contar coisas que ainda não contei. Quero que vocês se divirtam lendo este livro, que deem algumas risadas, e tirem algo de bom. Quem sabe este livro não mude sua vida? Tenho certeza que vão curtir! O livro tem um espaço interativo, então não deixem de preencher e me enviar. Agora, sem mais enrolação. Chega aqui, deixa eu contar umas coisinhas…
-xx-
Fala galera, tudo certo com vocês?
Depois de ouvir milhões e milhões de pessoas julgando livros de YouTubers, principalmente na minha faculdade, já que faço letras e muitas pessoas ficam “eca, livro de YouTuber” eu comprei a versão digital do livro Fala Aí Malena no site da Amazon e li em uma manhã. 
A Malena foi uma das primeiras YouTubers que eu acompanhei, assisto os vídeos dela desde o final de 2014 ou começo de 2015, não lembro ao certo, mas fui acompanhando e até hoje assisto os vídeos dela e quando ela anunciou que lançaria um livro fiquei em um “compra ou não compra” eterno. 
Em Fala Aí Malena, Malena narra coisas de sua trajetória na infância, na juventude, seus medos, suas primeiras experiências, conta o que a levou a fazer um canal no YouTube, dá conselhos para as pessoas e tudo isso é feito de uma forma bem divertida, como se você estivesse vendo um vídeo dela.
Outra coisa que eu gostei bastante no livro é a interatividade, pois tem partes para os leitores colarem fotos conforme o que é proposto no capítulo, ficando em uma vibe um pouco “Destrua esse diário” e achei bem positivo.
O livro é mais voltado para jovens, pois as experiências que a Malena conta são mais voltadas para jovens, eu queria ter lido um livro assim quando eu tinha 13 anos e sofria livre e espontânea pressão dos meus amigos que me influenciaram a fazer muitas coisas. Queria ter lido esses conselhos quando dei o meu primeiro beijo com um desconhecido. E talvez o livro não tenha a proposta de refletir sobre nossos acontecimentos, mas isso acontece automaticamente e é muito bom, pois dá uma entrada a mais no universo do livro. 
Para quem é blogueiro e YouTuber tem uma parte que ela comenta sobre criar um canal e eu achei essa frase fantástica, que serviu de impulso para mim e que eu acho que vai servir de ajuda para muitos de vocês!

Atualmente, as pessoas perguntam como faz pra começar um canal. Eu respondo: faça. As pessoas têm muitos medos em relação a isso: medo de passar vergonha, medo de ser zoado, medo de não dar certo etc. Mas, gente, mete a cara, faça acontecer. No meu primeiro vídeo, tinha mais borda preta na tela do que qualquer outra coisa. Ninguém começa sabendo. A gente vai aprendendo com o tempo. A gente vai evoluindo com o tempo. Começa! A gente só vai saber se tentar . O “não” você já tem, então vai pro “sim”. Pensa assim: todo grande Youtuber começou pequeno, passou pelas mesmas dificuldades que você vai passar. É por isso eu digo : COMEÇA! Simplesmente comece.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 21 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Segredos da Juh Costa

    3 de outubro de 2016

    Realmente, muitas pessoas não sabem se começam, ou por onde começar.
    Mas basta tomar coragem e seguir em frente.
    Não é facil, mas chegaremos em nosso objetivo <3
    Amei o post.
    Sucesso e beijinhoss

    • Loucuras ao Vento

      3 de outubro de 2016

      Olá!
      Sim! E o final do livro deu muitas dicas bacanas para quem quer começar!
      Sucesso flor!

  2. Juliana Loyola

    3 de outubro de 2016

    Oie, queria dizer que se você segue alguém por que gosta do trabalho da pessoa, não ligue para o que os outros vão falar, o importante é você gostar e se envolver com aquilo. E eu tmb já acompanhei ela, o livro deve estar bem legal! Bjs =*

  3. Pati

    3 de outubro de 2016

    Nosssaaaa Ju! Amei seu blog!!! Super lindo!
    Aaaah! E sobre o livro: Já quero! hahaha

  4. Quase Damas

    3 de outubro de 2016

    Eu confesso que tenho um pouco de preconceito em relação a livros de youtubers (principalmente depois deu ter lido o da Kéfera e ter achado uma b**). Mas vou procurar mais sobre esse. Não a conheço nem como youtuber. Gostei também dessa mensagem final. Sou aquela pessoa que tem muuito medo e vergonha de começar a gravar, ontem postei meu primeiro vídeo, mas fiquei muito receosa.
    (Nayara)

  5. Adriana Guedes

    3 de outubro de 2016

    Olha, me sorprendeu haha eu nao gosto muito de livros de youtubers sabe ? acho sem graça, mas esse eu vou ter que ler, porque ela é até legal, depos que leia te conto o que achei…

  6. Luana Nogueira

    3 de outubro de 2016

    Eu sempre tive um pouco de "receio" ao ler livro de blogueiras, talvez por achar que serão todos sobre o mesmo assunto. Porém, essa visão diferente do livro da Malena me surpreendeu! Não sabia que ela tinha um livro, quem sabe eu não compre para ler qualquer dia!
    Amei o post, beijos!

    http://www.meiguicesdalu.blogspot.com.br

  7. Lah :3

    3 de outubro de 2016

    Eu li apenas o livro da kefera, acho livros de youtubers uma leitura gostosa, e otimo para passatempo, tenho vontade de ler o da taci, o da Evelyn, o novo da kefera. Não sabia que a malena tbm tinha lançado, amei seu post 😀

    beiinhos e muito sucesso

  8. beatriz brito

    3 de outubro de 2016

    Adorei esse trecho que você postou referente ao livro da Malena, realmente o medo acaba sempre falando mais alto, e as vezes deixamos de fazer algo que gostaríamos por causa dele. Muitas pessoas estão criticando os livros que os Youtubers/blogueiras estão fazendo, porém, sempre tiramos uma lição, sempre ganhamos uma nova perspectivas com eles.
    Adorei o post

  9. Gaby Dahmer

    3 de outubro de 2016

    Meu deus! Sou um ET, literalmente. Nunca vi essa pessoa na vida :O Nem sabia da existência do livro, poxa. Por onde ando ein? kkkk

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

  10. Amanda Moresco

    4 de outubro de 2016

    Não sei pq o "eca, livro de Youtuber". Isso deve ser inveja por eles não terem escrito um livro kkkkk Esse parece legal. Eu já li o Jout Jout – Tá todo mundo mal : o livro das crises, e bá, foi esse livro que me inspirou a ter um blog e começar a escrever!

  11. Carol Doria

    4 de outubro de 2016

    Gostei do conselho dela pra quem quer fazer um canal ou blog, é isso mesmo o que temos que fazer. Mas não sabia que ela tinha livro, vou ler agora

    Beijos
    http://www.caroldoria.com

  12. Gabriele Santos

    4 de outubro de 2016

    Gostei da resenha. A Malena é maravilhosa em muitos aspectos, uma mulher gamer nesse cenário, quando ela entrou era muito raro!

    Amoooo!

    http://www.avenidamundo.com.br

  13. Sophia Cuñado

    5 de outubro de 2016

    Eu não entendo esse preconceito com livros de youtubers, claro que muitos deles com suas auto biografias sem conteúdo ou ghostwriters fazem com que a má fama pegue, mas tem muitos que escrevem muito bem. Temos a Isabela Freitas, Bruna Vieira e Karol Pinheiro pra atestar isso, é tudo questão de gosto, sem esquecer que esse livros podem muito bem ser o começo de uma vida literária pra alguém!

    blogdaumzoom.com

  14. Bianca Carla

    5 de outubro de 2016

    Gostei muito! Mais do que pela sinopse e tal, foi essa última citação que me pegou. Eu quero muito trabalhar no canal do meu blog, mas minha timidez acaba atrapalhando um pouco e eu começo a pensar demais em muita coisa e às vezes acaba não saindo por conta disso. Só pela última citação já fiquei interessada em ler, afinal tudo que a gente precisa é deixar pra lá.

    Beijos
    http://www.quaseprimavera.com

  15. Carol Ferreira

    5 de outubro de 2016

    Sua resenha é maravilhosa, você escreve divinamente bem, uma coisa que acho um absurdo é esse tal de preconceito com os livros de Youtubers, na minha humilde opinião, deveríamos respeitar a todos!!

  16. Luh Machado

    5 de outubro de 2016

    Confesso que também tinha um certo preconceito com os livros de youtubers, mas acabei comprando alguns e gostei muito. Essa frase da Malena perfeita, se a gente não tentar, não vamos saber como é. Beijos.
    http://www.estilolm.com.br