Uncategorized
2 de janeiro de 2015
Primeiramente, gostaria de pedir desculpa a todos vocês que tiveram problemas com os fatos narrados. E essa desculpa é de coração. A culpa não é minha de ter – ou melhor, nascer com – algumas habilidades especiais que os humanos não conseguem fazer.
Sou uma daquelas pessoas que fica na sua, no canto até alguém se aproximar. Não sou uma daquelas pessoas que gosta de ação e que está na linha de frente para o ataque.
Ou melhor, eu era dessa forma.
Nunca consegui segurar uma arma sem ter um ataque de nervos até o dia que matei meu ex-namorado – legítima defesa, caso alguém pense em me processar. Nunca achei que eu seria algo além de invisível e “algo além do normal” até atear fogo em uma casa abandonada e quase morrer engolida pelas chamas – tudo bem, não ia morrer engolida pelas chamas, mas achei que eu fosse.
Esses ocorridos me transformaram, fazendo-me acreditar que eu pudesse ser alguém especial ou que eu pudesse fazer algo especial.
Passaram-se apenas alguns meses desde os ocorridos que irei narrar, mas sei que não acaba por aqui. Descobri a verdade sobre minha família, percebi que consigo controlar o fogo e tenho mais dois poderes para desenvolver.
Eu sou Katherine Blaut. E peço desculpa novamente por quase destruir o mundo.
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Kamila Raupp

    7 de maio de 2015

    Oii Juliana!

    Você que escreveu? Nossa! Menina adorei <3
    Gostei abastante e com certeza vou ler os próximos capítulos porque realmente me chamou a atenção!
    Parabéns ^^

    Beijos, Kamila
    http://www.vicio-de-leitura.com