Fala Juliana
3 de fevereiro de 2017

Fala galera, tudo certo com vocês?

Cheguei com mais uma postagem marota para alegrar o dia de vocês e para a postagem de hoje eu fiquei matutando o que fazer e vi, em um grupo de blogueiras que participo, a Blogagem Coletiva do mês de fevereiro e o tema é volta às aulas.  Outro ponto: o que falar sobre a volta às aulas? Pensei, pensei, pensei e decidi que vou fazer sobre o meu primeiro dia de aula no Ensino Médio.

Eu mudei de escola no Ensino Médio, não conhecia absolutamente ninguém e sou muito tímida para fazer amigos. Fiquei quieta no meu canto e esperei as pessoas se aproximaram e isso realmente aconteceu. Conheci pessoas incríveis, mas eu só mantive contato com uma.

Eu tinha quatorze para quinze anos. Imagina a mente da pessoa, cheia de expectativas, querendo achar um namoradinho e na esperança de que a vida é um High School Musical. Sim, a pessoa se ferrou bonito logo na primeira prova hahaha mas faz parte da vida.
Dizem que o Ensino Médio é a melhor época da vida e eu discordo. Não foi a melhor parte da minha vida por conta da idade a qual eu encarei muita coisa. Quando eu estava no segundo ano recebi o diagnóstico da Esclerose Múltipla e não sabia qual profissão eu iria seguir. Imagina: você descobre que tem uma doença que nunca ouviu falar e, além da sua saúde, está preocupada com qual profissão seguir?

Hoje, alguns bons anos depois (sou de humanas), percebo que essa etapa e Ensino Médio é, na verdade, um começo. Quando você está no Ensino Fundamental ainda tem que seguir todas as regras, fazer todas as lições, estudar para todas as provas e no Médio você relembra tudo o que aprendeu de uma forma mais profunda e começa a perceber que uma matéria que você nunca imaginou pode te abrir muitas portas – até mesmo para o seu vestibular.
Meu conselho então é: seja você mesmo. Sei que na adolescência procuramos sempre ser aceitos, agradar todo mundo, mas nem Jesus agradou todos. Então, seja você mesmo e deixe os outros falarem. O mundo dá voltas, hoje eles te zoam e amanhã podem ter vergonha de olhar na sua cara. Já passei por isso com um cara que vivia implicando comigo e a sensação é incrível.
Boas aulas para todos e todas vocês e muito sucesso nesse ano de 2017! Ao infinito e além, cambada 😀

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Nah

    3 de fevereiro de 2017

    Excelente! Também me senti desse jeito quando entrei para o ensino médio e mudei para uma escola pública, o medo é grande mesmo. Mas tudo se encaixa né?
    Que bom que deu tudo certo. Somos colegas de humanas! Hahahahahaha

  2. Vish

    3 de fevereiro de 2017

    Hoje vejo o quanto certas matérias fazem falta na faculdade, mas o ensino médio foi uma das melhores fases da minha vida. Apesar que também enfrentei uma doença, quase sofri bulling, isso não me desanimou! E você tem razão, temos que ser nós mesmo e nos amar do jeitinho que somos.

  3. Gabriela Venuto

    3 de fevereiro de 2017

    Me identifiquei totalmente! Estudei a vida toda em um único colégio até a oitava série, daí mudei para um outro colégio, que tinha ensino médio, e não conhecia ninguém. Não sou muito de ir às farras, quanto mais de ensino médio, onde todo mundo começa a beber, um círculo totalmente diferente do meu. Pelo menos a decisão da profissão eu sempre tive uma única opção: a bendita medicina (oh curso difícil de entrar viu).
    Beijos linda <3

  4. Maiara

    3 de fevereiro de 2017

    Amei seu texto e resumidamente é isso: seja você mesmo! Muitas pessoas esquecem o que é isso, esquecem o que é amor próprio! Vamos fazer o bem, sem olhar a quem… Não importando o que eles fazem!
    Beijos ♥

    http://www.meumundonofundo.com.br

  5. Elizane Almeida

    3 de fevereiro de 2017

    Muito bom o texto, me senti um alien no meu primeiro dia do ensino médio e demorei muito pra fazer amigos, na faculdade foi igual, demorei muito pra fazer amizades, acabei fazendo por conta dos trabalhos rs
    Beijos colega de humanas

  6. Segredos da Juh Costa

    3 de fevereiro de 2017

    Adorei suas palavras amore, pra mim foram as melhores épocas mas sofria implicância também de alguns alunos. Principalmente as fileiras por eu na época ser emo.
    Mas realmente o mundo da voltas e ver que elas estão pagando hoje tudo que fizeram não só a mim mas a as outras pessoas é uma prova disso.
    Parabéns e beijinhuss

  7. ana rosario

    3 de fevereiro de 2017

    Gostei do post, fala de muito do que senti quando tinha os meus 12 / 13 anos , simples e direto 🙂 deve ter sido complicado mesmo para si saber de seu problema de saúde e ainda ter de tomar outras decisões , espero que tenha muito sucesso nesse 2017 !
    Beijos, asopinioesdaana.blogspot.pt

  8. Claudia Barbosa

    4 de fevereiro de 2017

    Olá,eu conheci seu blog e adorei a sua forma de ver a vida,realmente o ensino médio é uma época difícil onde estamos aprendendo a lidar com problemas que antes pareciam irreais,mas nós somos sobreviventes e isso que vale a pena na vida,passar por tudo e contar depois como foi difícil.Beijos e parabéns pelo blog =)
    Se puder me faça uma visita também https://atelierlilybiju.blogspot.com.br/