Uncategorized
13 de fevereiro de 2016
Fala galerinha, tudo certo com vocês?
Cá estou eu com o primeiro Fala Juliana do ano se a memória não me falha e hoje eu estou aqui com um tema que eu acho muito importante e mais importante ainda é para quem precisa levar um choque de motivação mesmo na cara.
Vou começar com o que me inspirou a fazer esse post: Estava eu, em um belo e quente dia de verão, assando enquanto lê as mensagens de grupos de blogueiros e blogueiras no Facebook e me surpreendi com a quantidade de pessoas que falaram “Ah, vou excluir o meu blog, que ninguém vê”. Tem gente que posta isso para atrair atenção? Sim, mas que se dane essas pessoas, vamos falar do X da questão: “vou excluir meu canal e/ou parar de fazer vídeos”.
A primeira coisa que alguém pergunta é o motivo e eu vi alguns motivos que mais me fizeram ficar com vontade de comentar aqui no blog, pois uma parte de gente que me visita tem blog e às vezes precisa ouvir palavras de conforto ou de carinho para ficar mais animada, mas o post não é todo voltado para quem tem blog, relaxem.
Às vezes as coisas ficam muito mais complicadas do que pensamos e a primeira coisa que nos vem a cabeça é desistir, jogar a toalha e parar com o que for. Mas desistir vale mesmo a pena?
Pensa comigo: se você desistisse de continuar a estudar só porque tirou uma nota baixa, nunca saberá o que tem além da escola para explorar. E é a mesma coisa na vida.
Minha mãe vive me dizendo que o que é fácil não tem graça e é a mais pura verdade. Imagina se você acorda com todas as suas conquistas feitas de um dia para o outro? Qual ia ser a graça? Não é bem melhor ir atrás dos nossos objetivos do que ganhar de mão beijada? E o melhor ainda é mostrar para todos que duvidaram de você que você é sim capaz. Disso e muito mais.
Na vida, moleza só temos ao sentar em um pudim, então não pense em desistir de nada. Se está difícil, é porque vale a pena e se vale a pena, devemos ir até o final.
Escute músicas para te motivar, tire um tempo para si mesmo e persista
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*