Uncategorized
12 de outubro de 2016
Imagem: Pexels.com
Fala galera, tudo certo com vocês?
Estou aqui um pouco mais tarde que o normal (desculpem) para trazer o post do dia com tanta alegria nesse feriado! E como hoje é dia das crianças, eu pensei em fazer um Fala Juliana especial. A ideia estava na minha cabeça desde o começo de outubro e quando a Gaby Wolks me chamou para fazer parte do Colab eu logo aceitei e cá estou eu para falar da minha infância para vocês e não vou falar das minhas estripulias, vou falar de coisas que me marcaram.
Muita gente não sabe, mas o conteúdo do Loucuras ao Vento me remete muito à minha infância porque são coisas que eu gostava muito na infância e gosto até hoje. Ver animes, ir à casa de minha avó para jogar games.
Eu jogava no PC do meu tio (lugar onde meu vício por jogos começou definitivamente, pois meu pai não me deixava instalar muitos jogos no pc da minha casa e meu tio tinha todos os melhores jogos). Outra coisa que eu me lembro era de jogar com o meu primo Star Wars. Ele atirava e eu comandava e de vez em quando trocávamos. Não funcionava muito bem, mas ninguém matou ninguém, então está tudo bem. Meu primeiro console mesmo foi o PlayStation 2 que vendi recentemente, mas passava todo fim de semana jogando.
Eu via muitos desenhos e, entre eles, animes. InuYasha, Card Captor Sakura, Sailor Moon, Dragon Ball, Cavaleiros do Zodíaco, Pokémon, Digimon… Todos os que passavam no Cartoon Network. Eu via e meu sonho era morar no Japão. Eu e minha doce ilusão de que, se tem personagem de anime na tela da TV, ele existe, mora no Japão e fala português. Trouxa desde pequena hahaha. Parei de assistir pois um amigo meu que via todos os animes e comentava comigo se mudou e eu fiquei bem chateada com isso, além do fato de que a programação dos animes mudou e ficava somente à noite após um tempo.
Minha mãe sempre gostou muito de livros e filmes, então não tinha como não ter livros e filmes na minha casa. Mesmo que um livro fosse bobo ou chato, era bem divertido comentar com ela sobre o que eu estava lendo e assistir filmes todo domingo à tarde em uma sessão pipoca bem legal.
Eu também sempre gostei muito de escrever. Escrevia pequenos contos ou testava a minha imaginação brincando com as bonecas. Mamãe sempre me deu muito apoio para continuar a escrever e a continuar exercitando a minha criatividade.
E eu queria deixar o Fala Juliana de hoje com duas perguntas: qual atividade da infância que você mais gostava e está presente na sua vida até hoje? E se não está presente, por que não retomar com ela? Não vale dizer “porque é coisa de criança”, afinal todos nós temos uma criança dentro de nós que nunca irá embora. Espero que gostem do post e até a próxima 😀
Ah, e não deixem de visitar os canais e blogs que fizeram parte desse colab maravilhoso e conhecer a infância deles e seus trabalhos!

Tia Wolka |
faNATic |
Ju Rosas |
Penélope Rosas |
Comprei um Unicórnio |
Feh Rodrigues |
Marusa Garcia |
Adriano Nunes |
Curioso Universo

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Feh Rodrigues

    13 de outubro de 2016

    Adorei! Amei fazer o colab e espero fazer mais! Faz um canal tbm! E você não era a única que acreditava que os animes falaram português hauhau beijo!

  2. Marusa Garcia

    13 de outubro de 2016

    Menina, que bacana que o seu blog já sobre tudo que você viveu na infância, o video-game é tudo, quando a criança descobre o game, pronto. Beijos no coração.

  3. Unknown

    13 de outubro de 2016

    Que blog lindo!!!! Virei Fã já <3

  4. Mayara Moraes

    15 de outubro de 2016

    Que lindo seu blog, ache super bacana relembra oque ja vivemos…
    E respondendo as perguntinhas eu amava andar de bicicleta, mas continuo andando até hoje porém, com uma certa diferença sou cuidadosa agora hahahaha. E oque eu também gostava era nadar em lagoa , mas agora nao tem mais lagoa perto da onde moro…. hahahha