Uncategorized
18 de fevereiro de 2015
Sinopse: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar
a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja.
O amor vem pros distraídos.

-xx-

Fala  galera, tudo certo?
Nesses últimos dias de Carnaval eu estava em uma vibe mais romântica por motivos que eu desconheço e acabei esbarrando em um livro muito legal de uma escritora nacional que vocês devem ter ouvido falar: a mineira Isabela Freitas, que tem um blog (confira aqui). “Conheci” o livro na Bienal de Minas, mas não consegui comprar a tempo por motivos de dinheiro, mas acabei lendo um livro pois eu achei fantástica a ideia de fazer um livro “contra o amor” (falarei sobre isso mais tarde). Ok, primeiro eu achei que era um livro de auto ajuda que eu teria que ler e ficar assimilando que ficaria eternamente sozinha com três gatos persas escrevendo posts para a internet (o que não é nenhum problema, fora o gato persa, prefiro cachorro), MAS me enganei logo na primeira parte, pois fiquei totalmente envolvida no jeito com o qual Isabela narrou a história.
Inicialmente eu me senti dentro da história dela por me identificar com uma garota-contos-de-fada (“não aquela que acredita em príncipes, mas aquela que acredita na bondade das pessoas”). Isabela vai intercalando conselhos com suas experiências de vida e vai ter um momento (ou, como no meu caso, vários momentos) em sua leitura que você vai se sentir totalmente normal, pois você já passou por isso em algum momento de sua vida. 

O livro é muito gostoso de ler, vai te ajudar a superar muitos momentos da sua vida que já passaram (aquela mágoa do menino que te chamou de baleia jubarte na pré-escola e que você, assim como eu, fica se remoendo por não ter dado uma porrada no meio das pernas do filho da puta) e pode te mostrar situações que você vai encarar mais para frente.

Entende agora por que terminar e começar relacionamentos é algo essencial na vida de qualquer pessoa? É sobre isso que falam os livros, as músicas, os filmes. É sobre isso que conversamos com os amigos. O amor é, sim, a causa e a solução de todos os problemas. Mas, durante boa parte de nossa vida, só nos traz problemas, problemas que parecem impossíveis de serem solucionados, problemas que nos deixam de cabelo em pé e com vontade de gritar tão alto a ponto de fazer explodir o mundo. O amor cria obstáculos, buracos e armadilhas por todo o caminho. A gente só não pode desistir. Temos que aprender a rir da própria desgraça e a encontrar felicidade até nas decepções. Acredite, você não está nessa sozinho. A vida de todos nós é uma batalha incansável contra a solidão.
Porque solidão não é estar solteiro, é se sentir deslocado, mesmo acompanhado. Solidão é viver um amor que não existe mais. É se agarrar ao passado que já evaporou. E, para deixar isso tudo para trás, você precisa saber mais sobre desapego.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Jamilson Oliveira

    18 de fevereiro de 2015

    Esse livro ensina que ninguém precisa de um namorado(a) para ser feliz ou se preencher. Isabela conseguiu narrar de um jeito bem legal.

    jamilsonoliveira.com

    • Juliana Piquerotti

      18 de fevereiro de 2015

      Pois é, e ela ainda colocou experiências da vida dela e eu fiquei fascinada com o livro

  2. Michèle Moda na Mão

    27 de fevereiro de 2015

    seguindo vc já adorei teu blog
    http://www.modanamao.com.br/
    bj