Uncategorized
28 de Janeiro de 2016
Fala galera, tudo certo com vocês?
Estou de volta com os mangás de Fairy Tail para vocês e ainda não sei se vou fazer por partes ou se vou fazer de um a um, pois eu não pensei nisso ao fazer o novo planejamento do blog, mas eu aceito a ajuda de vocês: então, preferem um post por mangá ou um post com um número certo de mangás? Não faço por arco, pois os arcos às vezes ficam picados (acaba um arco no meio do mangá e começa outro) e isso pode deixar vocês perdidos. 
Deixem a opinião de vocês nos comentários após ler a resenha do quarto volume de Fairy Tail! Aproveitem para me dizer qual mangá você tem para me indicar, pois eu leio e comento o que eu achei aqui no blog.
O mangá começa tenso, com a reação da guilda após Erza ser presa pelo Conselho Mágico. Natsu, desesperado, foi transformado em uma Salamandra e preso em um copo, querendo sair de lá para salvar a amiga.
No prédio do Conselho, Erza acaba encontrando um corpo imaginário de Siegran, já que o verdadeiro está em Era. Siegran comenta que tentou ajudar a Fairy Tail, porém o Conselho necessitava culpar alguém. 
De volta à guilda, Lucy contesta Makarov, dizendo que a Fairy Tail deve ir até o julgamento de Erza e testemunhar a favor da maga. Ao golpear o lagarto, ele se transforma em Macao, contando o plano de Natsu de testemunhar a favor de Erza.
Mais tarde, o gato voador Happy invade o segundo andar da guilda, que contém missões de Classe S, que são missões mais cuidadosas e perigosas, porém o pagamento é melhor e somente três magos da Fairy Tail podem pegar essas missões: Laxus, Erza e Mystogun (obs: no decorrer da história vai ser revelado que não são somente esses, mas, para não dar spoilers, ficamos com eles). Com a nova missão em mãos, localizada em uma ilha amaldiçoada, Natsu pede para Lucy acompanhá-lo nessa aventura.
Este mangá não tem um grande foco para as lutas, mas sim para a história em si, principalmente o passado de Gray, que se lembra de Ur, revê Lyon e se junta ao time. 
Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Flavi – Memorias de uma Guerreira

    19 de setembro de 2016

    Comecei a ver Fairy Tail a pouco tempo, e comecei a ver justamente pela Erza, e sbe de uma coisa? Achei que eu e ela temos muita coisa em comum alem do cabelo vermelh hahaha, estou aguardando passar o periodo de provas da facul pra voltar a ver!

    Memórias de uma Guerreira