Fala Juliana
23 de junho de 2017

Quando eu lia sobre a crise dos 20 e poucos, achava muita besteira. Afinal, quem, na melhor fase de suas vidas, entraria em crise? Pois é, acho que o jogo virou.

Por muito tempo, um pouco depois de ter depressão e ansiedade controladas, comecei a perceber que o meu humor mudou. Não tenho mais aquela grande paciência que eu costumava ter. Não consigo focar em muitas coisas ao mesmo tempo como antes. Não aguento que me controlem, fico com vontade de chorar. Tenho uma grande incerteza do que eu estou fazendo nos meios profissionais, pessoais, financeiros… Enfim, tenho dúvidas.

Fico presa a muitas coisas que já passaram faz anos. A vontade de ficar na cama só aumenta.

Fico incerta se serei efetivada no meu estágio ou não pois, acima de tudo, preciso de dinheiro. Estou comendo compulsivamente – e o pior: me culpando por isto. Não tenho ânimo para sair aos fins de semana. Afinal, saí a semana inteira, para quê sair aos fins de semana também? Não me recordo da última vez que fui ao cinema me divertir. Também não me recordo da última vez que comi algum doce sem ficar matutando as calorias em minha mente.

E os relacionamentos então? Confesso que nunca tive um relacionamento sério sei lá porque, mas ver pessoas que estudaram comigo há uns nove/dez anos se casando e tendo filhos é extremamente assustador. Será que eu parei no tempo? Ou será que estou destinada a viver para sempre sozinha (sozinha não, pois vou ter uma casa cheia de cachorros)?

Outra coisa que me intriga ou me deixa mais para baixo são os amigos que moram sozinhos. COMO ELES CONSEGUEM SE VIRAR? CARA, EU NEM SEI QUE DIA É HOJE SEM OLHAR NO CELULAR! E eu consigo queimar água de miojo, como vou fazer comida para mim?

Aí pense comigo: todos estes problemas rodeando na minha cabeça e eu ainda tenho que apresentar o TCC amanhã (estou escrevendo este texto dia 18/06/2017). A crise dos 20 e poucos podia esperar mais um tiquinho, não?

Mas ela vem sem avisar. Vem como um tornado e nos espanca. E nós aguentamos, afinal, somos fortes.

Confesso que a única coisa que me conforta é saber que mais pessoas estão passando por isto e que é algo mais comum que gripe no frio. Mas vai por mim: não é algo legal. Só quero que esta crise passe.

Ah e crise dos 20 e poucos: obrigada por me dar inspiração para este post 😉 Indiretamente você ajudou.

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Fernanda

    25 de junho de 2017

    Já faz tempo que passei pelos meus 20 mas graças a Deus acho que não percebi essa crise, se é que ela veio. Eu sempre fui uma pessoa muito palhaça, adoro sorrir e brincar. É claro que tenho problemas mas eu te juro que não foco tanto neles… e assim isso não me domina. Uma outra questão muito importante tbem (se não for a maior) é o fato de ligar para os outros; isso nunca funcionou comigo. Minhas amigas todas das minhas idades já estão casadas ou separadas no momento e muitas delas já me deram sinais que gostariam de ser como eu… viajando, me divertindo e tudo mais. A dica que te dou é: DESENCANE! Senão virão as crises dos 30, 40, 50… seja forte e aproveite a vida. Mude a sua mente primeiramente!

  2. Thayla

    25 de junho de 2017

    Olá moça. Eu já havia visto este post em um outro momento, mas a vida não deu tempo para comentar nele. Bom, acho que minha crise dos 20 veio um pouquinho adiantada. Tenho 18 hoje em dia, e sinto o mesmo que você. Não morava sozinha e estou morando agora e é uma tristeza infinita. Até mesmo escrevi um post no meu blog sobre isso. Existe momentos que me sinto sufocada sabe? Tenho que sair de casa, se não apenas choro. Comer é como se fosse a saída para tudo – dor, ansiedade, nervosismo, enfim, mas não é, por isso agora estou participando de um projeto para emagrecer. Dessa vez vai <3
    Eu amei o post <3
    Foi bem na apresentação do TCC?

    Beijos.

  3. Jenny Stephanie

    25 de junho de 2017

    So pararei pra pensar que estou na crise dos 20 e poucos depois de ler esse texto ‘-‘ Também fico vendo os meus amigos casando e tendo filhos e eu fico me perguntando quando será a minha vez! Mas coisas boas acontecem com aqueles que esperam, só basta a gente esperar.

  4. Segredos da Juh Costa

    25 de junho de 2017

    Essa crise realmente nos abala e muito. Eu passei por isso quando estava prestes a casar. Se passou tantas coisas e perguntas na minha cabeça que acabaram até me atrapalhando. Mas isso vai passar amiga, pode ter certeza que vai passar .
    Não entendi ainda como tem pessoas que passam pelos 20 e poucos e conseguem se livrar desse turbilhão de problemas.
    Beijinhos e sucesso!

    http://www.segredosdajuhcosta.com

  5. Tairles Maia

    25 de junho de 2017

    Super te entendo, nunca pensei que ter 20 (quase 21) fosse tão dificil. Acho que ficamos um pouco presos demais na ilusão de que nessa idade devemos ser super bem resolvidos e ter sucesso em tudo na vida… quando na verdade essa é uma fase de descobertas e tudo mais. Eu espero que você consiga passar por isso, e espero que tenha se saído bem com seu TCC <3

  6. Nathália Santos

    25 de junho de 2017

    Passei por isso mas foi aos 19. É difícil chegar a maioridade e ver que é você por você e não tem papai e mamãe pra ajudar. O que aprendi com tudo isso é que devemos ter paciência com a gente mesmo e oferecer coisas boas pra vida pra elas voltar pra gente. Boa sorte princesa ❤

  7. Gabiss

    25 de junho de 2017

    Realmente essa fase dos 20 e poucos anos é uma coisa de louco, eu lembro como foi a minha tinha hora que parecia estar fora de orbita você passa a vida imaginando como sera ao 20 e quando ele finalmente chega parece que foi rápido de mais e não estamos preparados para isso, de repente você começa a se ver de outra maneira e se perguntas coisas que nunca nem tinha pensado antes !

  8. Luciana Souza

    25 de junho de 2017

    Quando a crise chega não tem para onde fugir isso é um fato, mas setem uma coisa que eu aprendi com a vida é que essa crise vem para todos e que ela não é a unica a surgir na nossa vida, a cada escolha, a cada passo uma nova surge para nos mostrar que superando-a podemos super tudo. Beijos!

  9. Paula Cardoso

    25 de junho de 2017

    Olá princesa. Seu texto me prendeu. Eu senti tudo isso nos meus 15 anos. Como venci? Quando acreditei que era mais forte que ela. Quando decidi que não ía deixar nada me controlar, que eu era dona de mim própria e era eu que comandava a vida e não a vida a mim…
    Muita força querida

    BeijinhoBom
    Paula Cardoso
    Magia nas Palavras ♥

  10. Tata Duarte

    25 de junho de 2017

    Estou passando por esse momento também… Você pode descrever perfeitamente todas as coisas que sinto! O que me alivia, em partes, é saber que os vinte e poucos passam… mas o medo de chegar na casa dos 30 me da mais medo ainda! É uma confusão na cabeça :/

    Mas não se preocupe, tudo o que vem, vai!

    Ah, e como foi sua banca do TCC?

  11. Luciana Andrade – Ciana Andrade

    25 de junho de 2017

    Olha já tenho quase o dobro da sua idade e não sei que dia é hoje sem ver o celular, e quase sempre queimo tudo.rsrs Arroz então nem se fala, eu simplesmente esqueço.rsrs Eu não passei pela crise dos 20, acho que irei passar a dos 40 só pode.rsrs
    Adorei o texto e a tom divertido que deu a ele, deu gosto de ler viu.
    Bjs

  12. Lydianne

    25 de junho de 2017

    Ju amiga! Eu estou passando por essa fase, então super me identifico com as suas colocações, as vezes fico pensando como será daqui um tempo, se essa loucura de vida é capaz de piorar, se eu terei um esposo, filhos e como será? Se a faculdade vai me matar ou sobreviverei a ela. São tantas dúvidas, tantas perguntas e não sei pra quem perguntar, acho que ninguém saberia responder também, afinal é uma fase que precisamos passar e refletir sobre ela rs

    Um beijo

  13. Naty Garcia

    26 de junho de 2017

    As vezes na vida temos de aprender a filtrar um pouco tudo o que acontece a nossa volta e perceber que nós somos nós. Cada um de nós tem a sua vida, o seu caminho a fazer, as suas aprendizagens e infelizmente o tempo de uns não é o de outros. Com 20, 30, 40 o importante nesta vida é viver porque ninguém sabe o dia de amanhã… guarde o seu tempo e energia para a crise dos 30 porque essa também existe hehehe muito ânimo e aproveite os seus 20, é das melhores fases da juventude.

  14. Thaís

    26 de junho de 2017

    Eu também sempre lia sobre o assunto é achava um absurdo, até passar por isso. Estou com 22 anos, ano passado meu estágio acabou e não fui efetivada, comecei a pirar, pq passei os dois últimos anos dando muito duro na empresa… Mas este ano me chamaram de volta e estou trabalhando desde janeiro!
    Sobre amizades, você percebe que só restam os melhores amigos, mesmo assim, eles não estão sempre disponíveis….mas é isso aí… Vida que segue e a gente torce pra tudo dar certo! E uma hora tudo dá certo mesmo, tudo tem seu tempo.