Uncategorized
9 de fevereiro de 2016
Dirigido por: Fred Wolf
Com: Anna Faris, Colin Hanks, Emma Stone
Gênero: Comédia, Romance
Nacionalidade: EUA
Ano: 2008
Sinopse: Shelley Darlingson (Anna Faris) leva uma vida sem preocupações, até ser despejada da Mansão Playboy. Sem ter para onde ir, ela se envolve com um grupo de universitárias excluídas socialmente que precisa encontrar novos membros, caso contrário sua casa no campus será desativada. Para atingir este objetivo Shelley decide ensinar às novas amigas todos os seus truques de maquiagem e sobre homens.
-xx-
Fala galera, tudo certo com vocês nessa terça-feira de Carnaval? Sambando mais ainda na cara das inimigas?
E eu estou aqui com uma recomendação de filme para vocês e o filme de hoje é The House Bunny (“Casa das Coelhinhas” em português), um filme de comédia romântica.
Shelley é uma das coelhinhas da famosa mansão Playboy, porém, ao completar 27 anos, recebe a notícia que deve sair da mansão pois está “muito velha para a mansão”. Sem saber para onde ir, a mulher pede ajuda para as pessoas e acaba pedindo emprego em uma faculdade. Lá, as madrinhas das irmandades estão se reunindo e Shelley logo se interessou em ser madrinha de uma das irmandades e recomendam para a ex-coelhinha a Zeta Alpha Zeta, uma irmandade que está sem madrinha e prestes a acabar.
Ao chegar na casa, Shelley encontra as meninas Harmony, Natalie, Mona e Joanne e é um choque para as irmãs, pois elas veem a loira somente como uma coelhinha e Shelley, para provar que consegue fazer a casa ser uma das melhores do campus, dá um banho de loja e ajuda as garotas a terem mais estilo e, consequentemente, mais autoestima.
Um fato que eu achei muito interessante nesse filme é o fato de que Shelley tenta quebrar a sua imagem de coelhinha e provar para si mesma que consegue realizar mais coisas e que não depende da mansão para viver. As garotas, no começo tem ainda aquele preconceito de que a loira não ia conseguir mudar, que iria continuar a mesma, mas ocorre uma ajuda mútua no filme, o que é bem interessante. De ponto negativo, eu destaco aquela ilusão que muitos filmes tem de faculdades terem somente festas, que tudo é curtição e coisas relativas (não sei como é em outros lugares, mas, na minha realidade de faculdade, não temos festas o tempo todo).
O filme é muito divertido e é uma ótima recomendação para vocês assistirem!

Comentários Facebook
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Annie Santos

    21 de julho de 2016

    Esse filme é muito engraçado e bem divertido, adoro!
    Xoxo.
    http://realeza-diferente.blogspot.com.br