Filmes
11 de setembro de 2017
Fala galera, tudo certo com vocês no dia de hoje? Mais uma semana começando e eu resolvi começar com uma resenha de filme recente. No dia 31 de agosto, a Netflix colocou em seu catálogo a adaptação de Death Note que está dividindo opiniões.

Sobre o filme

Data de lançamento: 25 de agosto de 2017 na Netflix (1h 41min)
Direção: Adam Wingard
Elenco: Nat Wolff, Margaret Qualley, Lakeith Stanfield mais
Gênero: Suspense, Terror, Fantasia
Nacionalidade: EUA
Não recomendado para menores de 16 anos
Sinopse: Seattle, Estados Unidos. Light Turner (Nat Wolff) é um estudante brilhante que, um dia, encontra um caderno que repentinamente cai do céu. Trata-se do Death Note, que permite ao seu portador matar qualquer pessoa que conheça a partir da mera anotação do nome do alvo numa de suas páginas. Sob a influência de Ruyk (Willem Dafoe), o dono do caderno, Light passa a usá-lo para eliminar criminosos e pessoas que escaparam da justiça. A súbita onda de assassinatos faz com que ele seja endeusado por muitos, que o apelidaram de Kira, mas também atrai a atenção de um enigmático e também brilhante detetive, chamado L (Lakeith Stanfield).
(informações retiradas do site Adoro Cinema)

Minha opinião:

Quando tem uma adaptação para filme, devemos levar em conta muitas coisas: nacionalidade, tradução, tempo, orçamento, etc. Portanto, levando em conta estes aspectos e outros, eu achei um bom filme. Sim, o anime e o mangá são bem melhores, mas o filme não é totalmente um lixo.
Ele é um bom filme, a escolha dos atores e os personagens são legais, mas não é um bom filme se você pensar como adaptação. Se você pensar no mangá e no anime, com certeza vai achar o filme um lixo e querer matar a produção. Confesso que, nos primeiros quinze minutos de filme eu custei a ver. Achei muita enrolação e queria que acontecesse como no mangá. Então eu decidi desvincular o filme das outras produções e consegui ver o resto.
Eu nunca li o mangá, mas eu prefiro o anime por conta da quantidade de detalhes que foram totalmente dispensadas no filme. O que eu gostei foi de ver muita gente (incluindo minha mamãe) que viu o filme se interessar pelo anime. Com certeza o anime é melhor. O mangá deve ser bem melhor, mas como não li, não posso opinar.
E vocês, o que acharam do filme? Gostaram, odiaram? Contem para mim nos comentários!
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.