Melhores do mês
30 de agosto de 2017

Fala galera, tudo certinho com vocês? Cá estou eu com mais um meu, seu, nosso Melhores do mês! Para quem não sabe, o melhores do mês é uma postagem mensal a qual eu falo de coisas que eu li, assisti e acompanhei no mês que passou. Então vamos lá conferir as coisas do mês de agosto.

Série do mês: Gossip Girl

Eu resolvi dar uma segunda chance para Gossip Girl. Vi a primeira temporada quando eu tinha 16 anos e não gostei, então resolvi abandonar. Aí teve um fim de semana para trás que eu falei “ah, vamos dar uma segunda chance”. Acaber a segunda temporada em um fim de semana e eu não sou de maratonar assim. Nem Grey’s Anatomy eu vi tão rápido assim.

Game/App do mês: Cameringo

Quem gosta de tirar fotos vai amar este aplicativo. Infelizmente, as marcas de celular não colocam a potência total da câmera. Mas seus problemas acabaram com cameringo! Além da qualidade das fotos ser bem melhor, você tem a opção de fotografar em HD. E, se vocês acham que ele só tira foto, se enganou. Entre as opções, encontramos vídeo, Gif, Panorama, Icógnito e Planeta. Ou seja, tem muita coisa para você brincar!

Gifzinho porque eu não consegui tirar foto de todas as alternativas para comparar

Livro do mês: Pegasus

Eu comecei a ler o livro tem algumas semanas e já estou bem avançada na leitura dele, então em breve vai ter resenha aqui no blog. O livro é sobre uma garota chamada Emily que, em uma noite extremamente chuvosa, encontra um Pégaso no jardim que não tinha somente feridas da chuva, mas também feridas de uma batalha. O livro é bem bacana, principalmente se você, assim como eu, gosta de mitologia. A única coisa negativa que eu percebi são os nomes dos personagens. O prólogo nos deixa imersos na mitologia grega, porém você encontra alguns deuses gregos com os nomes romanos deles. Não sei se isso vai ser explicado mais para frente, mas isso me incomodou muito a primeira vista. Compre o livro aqui.

Imagem: Submarino

Filme do mês: Death Note

Não me xinguem nem queiram me tacar na fogueira, por favor! Sim, eu gostei do filme de Death Note e guarda essa pedra. Como eu disse, eu gostei bastante do filme, porém não como adaptação. Se você avaliar somente o filme, sem considerar o mangá e o anime, tem coisas bem legais, efeitos bem interessantes e umas coisas sem nexo. Ainda não entendi o fato que o Light, na primeira conversa que ele tem com a Mia, já mostra o Death Note para ela. Sei que tem inúmeros furos, mas essa parte foi a que mais me deu raiva.

Site do mês: Canva

Para quem não conhece, Canva é uma plataforma online para você editar praticamente o que quiser. Desde convite de casamento até arte para as redes sociais. Eu achei a plataforma incrível, principalmente para youtubers e blogueiros iniciantes que não tem tanto conhecimento de edição de imagem e não tem dinheiro para pagar um conteúdo mais profissional.

Álbum do mês: Então…

Vou ser honesta e dizer que eu não me apeguei a um álbum só neste mês, mas sim a várias músicas. Algumas delas são Malibu, da Miley Cyrus; Look What You Made Me Do, da Taylor Swift; Swish Swish, da Katy Perry; os Disney Medleys da Heather Traska e aberturas de anime hahaha. Então ficam as indicações para vocês!

Anime do mês: Vampire Knight

Terminei de ver este anime em dois dias. Sério. Eu fiquei olhando para o teto no domingo querendo chorar, mas as lágrimas não saíam. Foi tenso. Mas enfim, nós estamos aqui, segurando o choro enquanto escrevemos a postagem. O anime é sobre Yuuki, que foi salva de um ataque de vampiro por outro vampiro quando mais nova. Anos depois, a jovem é monitora na academia Cross junto com seu amigo Zero (mozão), já que são os únicos além do diretor que sabem da existência de vampiros. Em breve vou resenhar também, pois o anime tem muito, mas muito mais coisas.

Canal do YouTube do mês: Big Jack

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Games
28 de agosto de 2017
Fala minha gente, tudo certo? Não é nenhum segredo que eu sou a louca dos otome games. Assim que lança um, eu procuro saber sobre o jogo e, se possível, já testar. E, nessa onda louca de testes de jogos otome que eu andei fazendo, cinco jogos me chamaram muito a atenção. Alguns deles vocês devem conhecer ou já ouviram falar, principalmente por causa de propagandas nas redes sociais.
Então chega de enrolar e vem logo conferir a minha lista com a minha opinião de cada um.

As imagens são de divulgação dos jogos Mystic Messenger, Eldarya, City of Love e Amor Doce.

Série de jogos Is It Love?

Cara, se eu ganhasse uma moeda de dez centavos (sim, dez centavos) toda vez que eu visse propaganda deste jogo, estava jogando em Paris. Sem brincadeiras, eu fiquei tão irritada que eu falei “deixa eu jogar esta coisa para ver se é bom“. E é um jogo que não me agradou tanto, confesso. Mas eu estou no começo da narrativa e parece que para frente fica mais interessante. Neste jogo, a sua personagem vai se apaixonar por um colega de serviço e você vai ter que seguir o resto do jogo com ele. Sim, você não tem escolha. Vai ter um personagem secundário que aparece em uma parte e você tem a opção de ficar com o principal ou o secundário.
Outra coisa que não gostei é o fato do jogo fornecer pouca energia para você executar as ações. São 300 energias que acabam rápido, pois a cada toque para mudar diálogo ou pensamento da sua personagem, você gasta energia. Detalhe: as energias não são cumulativas. E mais uma coisa, para fechar a postagem. E eu já procurei mais sobre os jogos destas séries e descobri que tem cenas de insinuação de sexo, logo eles não são livres para todos os públicos.

City of Love

Este é um jogo que não é muito conhecido, até porque não está em português. Mas o pouco que eu sei do jogo eu achei muito mais interessante. Se bobear, o mais interessante da lista e eu nem sei se encaixa como um otome game, mas tá aqui na lista. Em City of love, a protagonista é uma jornalista recebe um pedido para trabalhar em Paris para cobrir uma investigação. E é isso o que eu sei hahaha. Mas, assim como em Is it Love, há o sistema de energias. Você recebe 100 energias diárias e é contabilizado a cada decisão que você faz.

Eldarya

Eldarya é um jogo que chegou ao Brasil no ano passado, então é bem recente. O jogo é da Beemov, mesma produtora de Amor Doce e é free to play. Nele, você é uma protagonista que caiu em um mundo bem diferente e é obrigada a participar de uma das guardas que ajudam este mundo até arrumar uma forma de voltar para casa. E, como não podia faltar em jogos otome, você pode escolher um entre três (ou quatro, não sabemos se podemos ter algo com o alguém) interesses amorosos. Assim como em todos os jogos, suas ações tem consequências no decorrer do jogo. Para mover ou comprar coisas, você utiliza maanas. Você ganha um total de 50 por dia e pode ganhar mais nos jogos e vendendo seus itens no leilão.

Amor Doce

Sim, ele está na lista. Comecei a jogar Amor Doce bem quando o jogo começou a explodir no Brasil por conta de YouTubers e eu quero chegar ao final do jogo. A questão é de honra, pois eu estou no episódio 17 atualmente e é nós. No jogo, você é uma colegial que chega em uma escola nova escola. Diferente de como é nos jogos Is it Love, a protagonista tem cinco interesses amorosos. Além disso, a protagonista conhece amigas, inimigas e coadjuvantes. Os PA (pontos de ação) são cumulativos e você pode juntar até dizer chega para avançar nos episódios.

Mystic Messenger

Mystic Messenger é um jogo o qual a personagem principal instala um aplicativo misterioso que a leva até a organização de caridade intitulada Rika. Lá, ela conhece 6 novas pessoas e tem a missão de organizar a terceira festa chamando o povo. Como em Amor Doce e em Eldarya, você tem a liberdade de escolher quem será seu interesse amoroso além de descobrir mais sobre a agência.

 -xx-

E aí? Já jogaram algum deles? Falem se vocês gostaram de algum ou se vocês se interessaram por algum. Tentei deixar o post bem breve e ao mesmo tempo bem completo, mas não sei se deu muito certo.
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Animes e Mangás & Filmes & Séries
25 de agosto de 2017
E aí gente, tudo bem? Estou aqui com um post mais aleatório possível, mas eu senti que eu devia fazer, então vamos lá. Vocês devem ter notado que eu não estou tão presente aqui e nas redes sociais, mas isso é por motivos pessoais que se eu falar eu choro. Mas enfim, vamos ao que é mais importante que é compartilhar o que eu preciso ver.
E eu estava pensando em fazer postagens assim uma vez por mês ou a cada dois meses, para que vocês vejam o que risquei da lista, qual assisti, qual episódio e temporada estou e outras coisas. Vocês queriam ver?

Animes:

Vampire Knight
Haikyuu!
Yuri on Ice
Hetalia
Angel Beats!
Bokura Ga Ita
91 Days
Romeo Vs Juliet
Fate stay night
Strawberry Panic

Séries:

Gossip Girl
Game of Thrones
3%
Sense8
Defensores
Luke Cage
Punho de Ferro
Narco
Breaking Bad
Wayward Pines
Dr. House
Penny Dreadful
Reign
Orange is the new Black
The Returned
The Musketers
Constantine
Lucifer

Filmes:

Nerve
The Furge
O Estranho Mundo de Jack
E vocês, já viram algum destes? Digam para mim nos comentários se vale a pena ou não. Ah, e se eu realmente colocar atualizações do que eu vi, eventualmente irei acrescentando mais itens.
Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Tags
23 de agosto de 2017

E aí gente linda, tudo certo com vocês? Estou tentando organizar um horário bacana para as postagens ainda. Então, por um tempo, os horários das postagens serão aleatórios, ok? Ok. Então já venho com uma tag para vocês, a tag dos Otaku. Então, se você gosta de animes ou quer ver recomendações, vem aqui para conhecer alguns animes!

1- Quais seus animes e mangás favoritos?

Como já tem uma pergunta sobre mangás, vou falar dos animes.

Gosto muito de Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball e InuYasha. Sério. De todos os que eu já vi, reassisti muitos episódios destes animes, principalmente InuYasha. Poderia citar mais uma porrada, mas meu top 3 são esses.

2- Qual seu personagem de anime favorito?

Dois dos meus personagens favoritos de longe são a Sakura, de Card Captor Sakura e o Sesshomaru, de Inu-Yasha. Sim, eu gosto do Sesshomaru e tenho muita raiva que o episódio que conta a história da princesa que gostava dele não foi aprovado no Brasil. Mas tem online para noooossa alegria!

3- Qual foi o primeiro anime que você viu?

Card Captor Sakura.

4- Como você começou a gostar de anime?

Comecei a gostar de anime acho que aos quatro ou cinco anos por influência da minha prima, que amava Sailor Moon. Aí tirei uns dias para ver e vi muito muito MUITO anime.

5- Qual foi o anime mais recente que você viu?

O anime mais recente de idade que eu vi foi Tsurezure Children, que é um shoujo bem fofo. Sério, vocês vão ficar eternamente apaixonados pela fofura ou com um tédio imenso se vocês não gostam de shoujo. Mas o último que eu vi em questão de “estava vendo dois segundos atrás”, foi Vampire Knight.

6- Você coleciona coisas de anime?

Sim. Tenho, no momento, alguns mangás, álbuns de figurinha e cards, mas quero comprar figures (quando tiver muito dinheiro e casa própria, pois se chegar figure aqui em casa, vou colocar na minha testa porque não tem espaço).

7- Que personagem de anime descreve sua personalidade?

Essa pergunta é difícil para caralho. Sério, eu tô aqui pensando nos animes que eu vi e não achei nenhum que parece comigo. Ai… Próxima pergunta hahaha.

8- Você vai/foi para eventos de anime?

Sim, eu estou indo muito ao Anime Festival e quero continuar indo.

9- Você costuma ler mangás?

Yep ♥

10- Quais são seus mangás favoritos?

Tokyo Ghoul, Nanatsu no Taizai (Seven Deadly Sins) e Sailor Moon.

Ah, e estou no aguardo do relançamento de InuYasha, viu JBC?

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.
Games
21 de agosto de 2017
E aí minha gente, tudo bem com vocês? Fiquei um tempo fora, mas estou de volta e com um jogo que joguei a convite de Arseniy Shklyaev, um dos desenvolvedores. Com vocês, uma review do jogo Orbox C!

Imagem: ProGamix

Sobre o jogo

Orbox C é um jogo de quebra-cabeça que usa a lógica. Tem níveis inteligentes com um ou alguns truques em cada um, fazendo com que o jogador pense em várias formas para passar a fase. O jogo tem 3 contadores de registro – pontuação, tempo e etapas. Cada um deles exigirá táticas diferentes.

Orbox C tem profundamente pensado design de nível. Com um grande esforço na criação de muitos níveis maravilhosamente construídos. Além disso, o jogo com um estilo Sci-fi apresenta 7 pacotes de nível com 30 níveis em cada um, ou seja, 210 níveis totais. É muito nível mesmo.

Minha opinião

Gosto muito de jogo de puzzle, então eu sou suspeita para falar sobre Orbox C. Primeiro, queria informar que o jogo é divertido e vale a pena. Ele custa menos de sete reais (!!!!) na Steam e é aquele tipo de jogo que vicia rápido.

Eu joguei só dez níveis pois eu tinha que sair. Se eu não tivesse, acredito que eu teria finalizado o jogo em um dia, depois de muito quebrar a cabeça.

Juki

Graduanda em letras e canceriana de 22 anos na identidade, mesmo com cara de 17. Apaixonada por games, música e literatura, viciada em animes e mangás e louca por chocolate.